Deputados confirmam relato de Waldir sobre suspensão de cortes na Educação: “Ele ligou na nossa frente”

Delegado Waldir declarou que durante encontro, Bolsonaro ligou para Abraham Weintraub e determinou suspensão dos cortes; governo negou

Líder do PSL na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir / Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Alguns dos deputados presentes na reunião da última terça-feira, 14, com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), têm confirmado o testemunho do líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir. O parlamentar tem enfrentado diversas críticas depois de declarar publicamente que, durante encontro, Bolsonaro entrou em contato com o ministro da Educação e determinou suspensão dos cortes.

É o caso do líder do Novo no Parlamento, Marcel van Hattem. Em entrevista ao O Antagonista, o parlamentar disse não haver boato no relato do delegado. “Ele (Bolsonaro) ligou para o ministro na nossa frente”, relatou o parlamentar.

Em seguida, disse que, o presidente, comunicou ao grupo que “decidiu suspender o ‘corte’. Depois fomos surpreendidos com a suspensão da suspensão”, relatou antes de disparar: “Não foi boato, foi o que aconteceu”.

A versão também foi confirmada por pelo líder do Pros, Toninho Wandscheer, que, em entrevista ao O Antagonista não só confirmou o contato do presidente com Abraham Weintraub, como também disse que “não foi pedido sigilo”.

“Era uma decisão importante do presidente, tomada na nossa frente. Mas eu não ia falar nada. Só falei depois que o próprio líder do PSL falou publicamente. Se o Delegado Waldir falou, todo mundo podia falar”, declarou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.