Deputados autorizam recurso de R$ 60 milhões para Goiás comprar vacinas contra a Covid-19

Durante ampla discussão na Comissão Mista, foi rejeitado o voto em separado que previa o aumento do orçamento para R$ 120 milhões

Na noite desta quarta-feira, 24, em sessão extraordinária na Assembleia Legislativa de Goiás, os deputados aprovaram, por unanimidade, com 28 votos, a lei encaminhada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) que autoriza crédito extraordinário, em favor do Fundo Estadual de Saúde (FES), no valor de R$ 60 milhões, para adquirir vacinas contra a covid-19.

Durante ampla discussão na Comissão Mista, foi rejeitado o voto em separado dos deputados Allyson Lima (Solidariedade), Antônio Gomide (PT), Humberto Teófilo (PSL) e Lêda Borges (PSDB) que previa o aumento do orçamento para R$ 120 milhões. O deputado Karlos Cabral (PSD) pediu também vistas, mas logo em seguida devolveu a matéria.

Para os parlamentares da oposição, o Governo de Goiás teria condição de estipular um orçamento maior para a compra dos vacinas, considerando o superávit no último ano. Devido a alta procura, visto que o Superior Tribunal Federal (STF) autorizou estados e municípios comprem vacinas, segundo os deputados, Goiás terá dificuldade de comprar em pequena quantidade.

O orçamento, se aprovado em segunda e última votação, que deve ocorrer nesta quinta-feira, 25, prevê a aquisição de  1 milhão de doses de imunizantes contra a doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2.

No momento da discussão na Comissão Mista, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Lissauer Vieira (PSB), disse se tratar do projeto  mais importante a tramitar neste ano de 2021. Ele afirmou não ser oportuno que os deputados apresentem emendas aumentando o montante dos recursos a serem repassados à Secretaria da Saúde, alegando que os pares não têm a prerrogativa de alterar a dotação orçamentária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.