Deputados aprovam inclusão de menores com guarda provisória em planos do Ipasgo

Se for sancionada, qualquer menor com guarda definitiva ou provisória pode ser incluído. Alteração foi proposta do deputado Humberto Aidar (MDB)

Ipasgo | Foto: Reprodução

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) aprovou na tarde desta terça-feira, 15, o projeto que inclui crianças sob guarda provisória no Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Goiás (Ipasgo). A aprovação em segunda votação é justificada por parlamentares como mecanismo de corrigir antigas normativas que desamparavam famílias nessa situação.

A alteração foi proposta pelo deputado Humberto Aidar (MDB). Se for sancionada pelo governador, qualquer menor que esteja sob a guarda definitiva ou provisória do titular, desde que em processo de adoção, poderá ser incluído.

“Quando você assume a guarda provisória, automaticamente você passa a assumir também todas as responsabilidades de uma criança, e o processo de adoção pode demorar muito. A situação é injustificável”, afirmou o deputado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.