Deputados aprovam em segunda votação pacote de benefícios para Educação

Proposta da governadoria compila sete diferentes projetos de lei para o setor. Confira

Os deputados estaduais aprovaram, nesta terça-feira (20/6), em segunda e última votação, os sete projetos de lei que compõem o pacote de benefícios para os servidores da Educação de Goiás. Enviadas pela governadoria, as propostas concedem reajustes salariais e auxílio-alimentação para os servidores.

Os projetos aprovados tratam do reajuste de 7,64% para os professores efetivos do P1 ao P4, do reajuste de 21% para os servidores administrativos e de 34% para os temporários.

O pacote também inclui a proposta que concede gratificação por capacitação continuada aos professores assistentes estaduais, que até o momento não têm direito a ela, como têm os professores do quadro permanente. Os índices podem variar de 30% a 85%, a depender do nível de capacitação de cada profissional.

Também foi aprovado o projeto de lei que cria os Centros de Ensino em Período Integral e regulamenta a atuação dos professores dessas unidades; e a matéria que cria unidades básicas e complementares na Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), assim como cargos em comissão para suprir a nova demanda.

Por fim, foi aprovado o projeto que concede o vale-alimentação no valor de R$500  para todos os servidores (efetivos, temporários e comissionados). As propostas seguem para sanção do governo de Goiás.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.