Deputado sugere que Marconi pode fazer reforma ousada no secretariado

Durante reunião com governador, aliados criticaram postura de alguns auxiliares do Estado e ouviram do tucano-chefe que governo não irá tolerar falta de diálogo

Deputado Lincoln Tejota | Foto: Assembleia Legislativa do Estado de Goiás

Deputado Lincoln Tejota | Foto: Assembleia Legislativa do Estado de Goiás

Em entrevista ao Jornal Opção, o deputado estadual Lincoln Tejota (PSD) sugeriu que a reforma administrativa que vem sendo orquestrada pelo governador Marconi Perillo (PSDB) pode ser mais ousada do que se imaginava. Durante encontro da base com o tucano-chefe, na manhã desta quinta-feira (8), o gestor teria dado a entender que pode tomar medidas sérias quanto ao seu secretariado.

Segundo Tejota, os aliados teriam reclamado a Marconi da postura de alguns auxiliares quanto ao relacionamento com a base governista na Assembleia. “Alguns secretários insistem em não nos receber bem. E muitos foram alvos de críticas durante reunião”, confidenciou o parlamentar à reportagem.

Do governador, os deputados ouviram que a gestão não irá tolerar a falta de diálogo com o Legislativo e ressaltou a importância e apreço que nutre por sua base. “Alguns deputados sugeriram até uma reunião com esses secretários, mas o governador disse que talvez nem vai ser preciso por conta da reforma administrativa”, disse.

“[O governador] não quer tolerar esse tipo de tratamento com os deputados que nos dão sustentação. Não tem como tomar medidas sérias e drásticas sem uma base coesa”, reiterou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.