Deputado reeleito, Humberto Aidar diz que “Brasil merecia 2º turno melhor”

Parlamentar diz que não apoia nenhum dos candidatos e que ambos terão dificuldades para governar

Humberto Aidar | Foto: Y. Maeda

O deputado estadual reeleito do MDB, Humberto Aidar, disse que não irá apoiar nenhum candidato a presidente neste segundo turno. Ao Jornal Opção, ele fez duras críticas aos candidatos e quem os apoia. “Acho que o Brasil merecia algo melhor no segundo turno, qualquer um dos dois que sejam eleitos, não vão resolver os problemas do país”, disparou.

O parlamentar reprovou o fato de não haver debates e das campanhas estarem servindo apenas para ataques, sem mostrar propostas. “Haddad não teria governabilidade e vem com o movimento anti-petista, Bolsonaro defende torturador ao mesmo tempo em que usa nome de Deus, então no fundo o Brasil deu azar de ter os dois”, completou Humberto.

Ainda para o deputado, a “onda” Bolsonaro onde embarcaram os eleitores, políticos candidatos e eleitos é “arriscada”. Ele ainda lamentou quem apoia o deputado federal do Rio de Janeiro, achando que ele será o “salvador da pátria”.

Humberto também citou exemplo de apoiadores de Bolsonaro e criticou o posicionamento em um momento tão delicado. O emedebista cita o senador eleito Vanderlan Cardoso, do PP, –que esteve junto ao MDB no pleito deste ano — e disse que, para ele, não é necessário “marcar a posição”.

“Quando nenhum serve, não tem que apoiar, ainda mais sendo o senador mais bem votado como foi [com Vanderlan]”, explicou, afirmando que ambos governos, se eleitos, “estão fadados ao fracasso no primeiro ano”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.