Deputado José Nelto acredita que filiação de Sergio Moro irá turbinar Podemos

Deputado federal da sigla acredita que entrada de ex-juiz no partido irá trazer inúmeros adeptos e possíveis candidatos, além de acelerar alianças políticas

Após o Podemos confirmar que o ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, irá assinar e oficializar sua filiação ao partido no próximo dia 10, deputado federal José Nelto (PODE-GO) afirmou que as alianças e conversações políticas do Podemos serão aceleradas em todos os estados. “A filiação dele vai trazer inúmeros adeptos ao partido, em todas as áreas: estadual, municipal e federal”, opina o parlamentar.

Para Nelto, no entanto, ainda que a própria filiação já seja um “ato que venha colocar Moro na disputa presidencial”, a pré-candidatura do ex-juiz deverá ser anunciada por ele e, com ela, será necessária a apresentação de uma proposta concreta sobre “como tirar o país da recessão, do desemprego, da fome, da miséria, e como melhorar o ensino, a saúde e a infraestrutura do país”.

“Ele poderia ter escolhido qualquer partido para se filiar e disputar as eleições, e ser politico, mas escolheu o podemos. Uma vez filiado, ele pode se candidatar a qualquer cargo, então isso será positivo ao partido”, opina. Esse impacto favorável a sigla se justifica, para o parlamentar, com o fato de que “o povo não quer mais extremos”.

“O país cansou. Não quer nem extrema direita, nem extrema esquerda. O PT lançou o “nós contra eles” e o Bolsonaro continuou. Isso foi a divisão do país, o que não leva nada a lugar nenhum. Ele terá que juntar os cacos que estão sobrando do Brasil e governar um país para todos”, afirmou José Nelto.

Quanto às alianças políticas que, além de necessárias, Nelto afirma que deverão ser alcançadas também pela colaboração de Moro, já existem alguns partidos na mira. Entre eles, o União Brasil – fruto da fusão entre o DEM e o PSL, ainda que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda não tenha aprovado a criação do partido -, MDB e PSDB. Segundo ele, o diálogo com Luciano Bivar (PSL-PE), deputado federal e presidente do PSL, já está em andamento.

Questionado sobre a receptividade dos atuais políticos filiados ao Podemos – especialmente nas esferas municipal e estadual – quanto à filiação de Moro, José Nelto afirma que “em nenhum partido existe unanimidade”. “O Lula não é, o Bolsonaro também não é, ele está até sem partido. Tem quem entra e quem agrada, tem quem vai sair. Isso faz parte da política brasileira, com qualquer candidato. Não agrada a todos”, opinou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.