Deputado diz que Daniel Vilela desistiu da presidência do PMDB estadual

O deputado federal até o momento não assinalou que pretende sair da disputa. Bruno Peixoto garante, entretanto, que pleito afunilou entre José Nelto e Nailton de Oliveira

Fotos: Assembleia Legislativa e Fernando Leite/Jornal Opção

Fotos: Assembleia Legislativa e Fernando Leite/Jornal Opção

O deputado estadual e presidente do PMDB em Goiânia, Bruno Peixoto, disse em entrevista ao Jornal Opção durante solenidade de entrega da Praça Cívica após obras de revitalização, neste sábado (24/10), que o deputado federal Daniel Vilela saiu da disputa pela presidência do PMDB estadual.

“Já que seu nome não era consenso dentro do partido, ele desistiu e abriu espaço para duas candidaturas se fortalecerem”, disse, se referindo ao deputado estadual José Nelto e ao ex-prefeito de Bom Jardim Nailton de Oliveira.

Conforme Peixoto, intenção agora é trabalhar para que não haja disputa entre os dois. O deputado garantiu que até terça-feira (27) terá novidades sobre o futuro presidente da legenda em Goiás, com o alinhamento dos candidatos e apenas uma chapa no pleito.

“São dois homens sérios, com história e capacidade para assumir o PMDB. Porém, vamos buscar um consenso. Vamos trabalhar pela união”, disse.

Sobre a possibilidade de Iris Rezende ser presidente da legenda, com o intuito de evitar disputa interna, Bruno nega. De acordo com o deputado, Iris mostrou interesse de participar da eleição do diretório apenas como conselheiro.

O deputado estadual ainda mandou recado para os goianienses. “Iris está pronto para voltar a ser prefeito de Goiânia, está pronto para dar continuidade no desenvolvimento da capital.”

O Jornal Opção tentou contato com o deputado federal Daniel Vilela, mas as ligações não foram atendidas. Parlamentar até o momento não falou em sair da disputa.

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Mario Borges

Daniel Vilela , jovem , bom parlamentar , foi excluído da disputa pelo Cacique do partido, como já ocorreu em outras oportunidades. Perde Goiás.