Depois de ser retirado de acampamento, grupo invade cúpula do Congresso

Manifestantes pró- governo ficaram no local por cerca de 30 minutos e, na sequência, foram para o espelho d’água. Seguranças negociam a retirada do grupo conhecido com “300 do Brasil”

Depois de ter o acampamento desmontado pelo governo do Distrito Federal, um grupo do movimento conhecido como “300 do Brasil” invadiu a parte de cima da cúpula do Congresso, pelo lado do Senado Federal, onde é proibido o acesso ao público. O grupo, liderado pela militante pró-governo Sara Winter, ficou na cúpula por 30 minutos. Depois, ocupou o gramado em frente ao espelho d’água do Congresso.

Os manifestantes bolsonaristas protestaram contra os demais poderes em Brasília. Eles cobram que o presidente Jair Bolsonaro intervenha em defesa do grupo, alvo de investigações do Ministério Público por suspeita de porte de arma.

A assessoria de imprensa da presidência do Senado informou, em nota, que “um grupo denominado 300 do Brasil tentou invadir áreas restritas do Congresso Nacional. O grupo chegou a subir no prédio, na parte externa onde ficam gôndolas, próximo às cúpulas do Congresso Nacional”.

Ainda segundo o texto, o grupo foi retirado do local de forma pacífica. “Assim que tomou conhecimento do ato, o presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre, determinou à polícia legislativa que fizesse a retirada do grupo.

Os militantes governistas se dirigiram às proximidades do Congresso Nacional, onde encontraram um grupo que se manifestava em favor do impeachment do presidente e em homenagem a profissionais de saúde. Houve provocações.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), determinou à polícia legislativa a retirada dos manifestantes bolsonaristas que invadiram a cúpula do Congresso neste sábado, 13. De acordo com a assessoria de Alcolumbre, a polícia negocia uma saída pacífica do grupo das instalações do Legislativo. (Com informações do Estadão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.