Depois de anulada votação, vereadores aprovam novamente projeto que altera alíquotas do IPTU

O projeto de lei passa agora pela avaliação da Comissão Mista, para então ser votado em segunda e última votação

Com praticamente o mesmo resultado da votação empreendida há dois dias, os vereadores da capital aprovaram na tarde desta quinta-feira (25/9) a alteração na alíquota do IPTU. Com resultado favorável aos interesses da Prefeitura de Goiânia, esta é a segunda vez que o projeto de lei tramita em primeira instância na Câmara de Goiânia. Na última quarta-feira (24), a votação voltou à estaca zero depois de constatadas irregularidades na escolha do relator da proposta.

Os vereadores petistas Tayrone di Martino e Felisberto Tavares mantiveram a posição contrária à proposta, sendo alvo de críticas por parte do líder do prefeito, Carlos Soares. Já suspensos do partido, os vereadores “dissidentes” devem agora passar pelo conselho de ética da legenda, com a possibilidade de expulsão de ambos do PT.

O projeto de lei passa agora pela avaliação da Comissão Mista, para então ser votado em segunda e última votação.

Veja lista de votação:

A favor:

Antônio Uchoa (PSL)

Carlos Soares (PT)

Célia Valadão (PMDB)

Cida Garcêz (Solidariedade)

Deivison Costa (PT do B)

Divino Rodrigues (PROS)

Bernardo do Cais (PSC)

Edson Automóveis (PMN)

Eudes Vigor (PMDB)

Fábio Caixeta (PMN)

Izídio Alves (PMDB)

Jorge do Hugo (PSL)

Mizair Lemes Júnior (PMDB)

Paulo Borges (PMDB)

Paulo da Farmácia (PROS)

Richard Nixon (PRTB)

Rogério Cruz (PRB)

Wellingon Peixoto (PSB)

Zander Fábio (PSL)

 

Contra:

Djalma Araújo (Solidariedade)

Dr. Gian (PSDB)

Cristina Lopes (PSDB)

Eduardo de Souza (PV)

Elias Vaz (PSB)

Fábio Lima (PRTB)

Tatiana Lemos (PCdoB)

Felizberto Tavares (PT)

Geovani Antônio (PSDB)

Paulinho Graus (PDT)

Pedro Azulão Júnior (PSB)

Tayrone di Martino (PT)

Thiago Albernaz (PSDB)

Virmondes Cruvinel (PSD)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.