Demanda por transportes coletivos se mantêm em queda nos horários de pico

Dados evidenciam que Goiânia e Aparecida continuam registrando baixas no fluxo de passageiros em ônibus nos chamados horários de pico 

Ônibus do transporte coletivo de Goiânia | Foto: Reprodução

Em comparação com o dia 16/03, o fluxo de passageiros, desta terça-feira, 13,  continua em queda em todo o sistema de transportes coletivos durante o horário de pico. Nesta manhã, Aparecida de Goiânia registrou uma queda de cerca de 38% na demanda de usuários de ônibus. Os dados são do consórcio RedeMob.

Já em Goiânia, a redução registrada no horário de maior movimentação no transporte coletivo no horário da manhã, foi de 34%. No Sistema Metropolitano Integrado Anhanguera (SIMA), o recuo foi de 39%, também em comparação com a manhã do dia 16/03. 

No entanto, dados que também foram divulgados pelo consórcio RedeMob evidenciam que o fluxo de passageiros em ônibus do transporte coletivo só fica abaixo da quantidade registrada no dia 16/03, nos horários em que o embarque prioritário está valendo, ou seja, entre 5:45 horas e 7:15 horas da manhã.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.