DEM pode ter Bolsonaro candidato à Presidência em 2018

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, diz que o Democratas deve disputar a eleição no ano que vem

Foto: Renan Accioly / Jornal Opção

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pôs em dúvida a continuidade da polarização entre PT e PSDB na política brasileira. “As eleições de 2018 serão diferentes, acabou a polarização PT-PSDB. Mas é claro que o PSDB pode se reinventar e apresentar algo novo”, disse ele, em entrevista exclusiva ao programa “90 Minutos Com Datena”, na Rádio Bandeirantes, nesta segunda-feira (7/8).

Maia falou também que o partido dele deve sair com candidatura nas próximas eleições, sem admitir ser ele próprio o nome. “Todo político busca ascensão na carreira, mas acho que estou longe disso (disputar a Presidência). Não tenho votos majoritários no meu Estado, mas o caminho está aberto”, explicou.

Maia, na entrevista a Datena, não citou o nome do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) como possibilidade para o DEM disputar a Presidência, mas sabe-se que o polêmico parlamentar está no radar do partido.

O blogueiro Lauro Jardim, do Globo, deu nota nesta segunda-feira em que especula a possibilidade. O DEM se mostra otimista em relação a uma candidatura para 2018, calculando cada passo para faturar o máximo com a exposição obtida durante a votação da denúncia contra Michel Temer.

Os líderes democratas já avaliaram que a candidatura de Bolsonaro a cargo majoritário favorecerá a legenda. O cálculo é que Bolsonaro ocupará o espectro político da extrema direita, jogando o DEM mais para o centro. A preocupação era a de que, se fosse identificado muito à direita, o partido perderia votos com eleitores no Nordeste.

Segundo Jardim, o DEM tem mantido diálogo aberto até com algumas legendas de esquerda, como o PCdoB.

Na entrevista a Datena, o apresentador tocou num tema que tem ganhado relevância neste momento de crise, a adoção do parlamentarismo no Brasil, e questionou Maia sobre a possibilidade. O presidente da Câmara respondeu que, antes de qualquer decisão, o assunto precisa passar por uma aprovação da sociedade. “O Parlamentarismo requer um sistema eleitoral completamente diferente desse que nós temos. O sistema presidencialista brasileiro se esgotou e precisamos de algo novo.”

Reforma da Previdência

Rodrigo Maia afirmou ainda que a reforma da Previdência deve ser votada no começo do mês que vem no plenário da Câmara. O deputado defende o texto aprovado na Comissão Especial e alerta que as modificações sugeridas até agora não terão o impacto necessário.

Segundo ele, a PEC não tira direitos, só diminui privilégios. “Vai garantir uma possibilidade de recuperação econômica muito mais rápida do que a gente possa imaginar”, acredita.

Maia se disse otimista com a recuperação econômica do País, e afirmou acreditar que o Brasil pode entrar em 2018 crescendo muito mais que os 2% que estão previstos. “O que a gente precisa é acelerar isso. Precisa rapidamente reduzir o desemprego e melhorar a renda do trabalhador. Para que isso aconteça, o Estado brasileiro precisa custar menos. Ele custa demais hoje”, ressaltou o parlamentar.

2
Deixe um comentário

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Bolsonarista

Que bait dos infernos! Não há a menor chance do Bolsonaro no DEM.

Vocês sabem muito bem disso!

abelardo

Querem confundir as pessoas, é um engodo contra bolsonaro