Delegado Waldir rebate Major Vitor Hugo: “Não sou subordinado ao presidente”

Parlamentares têm entrado em conflito por conta da Nova Previdência

Deputado federal Delegado Waldir Soares (PSL) | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Delegado Waldir e Major Vitor Hugo (ambos do PSL) possuem mais semelhanças do que diferenças políticas. No entanto, no que diz respeito ao polêmico texto que prevê a reestruturação das carreiras das Forças Armadas e modificações na Previdência, as divergências entre ambos tem se sobressaído.

Waldir discorda de alguns pontos da matéria e atesta que o esperado seria uma economia muito maior do que a que foi apresentada pelo governo. O deputado demonstra descontentamento com o texto e acredita que, da maneira que está, não passa pela Câmara. A ideia é apresentar modificações.

Já o líder do governo, por motivos relativamente óbvios, vai na direção contrária do delegado. Na manhã desta sexta-feira, 22, logo após o fim de uma audiência pública realizada na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) para discutir o tema, Major Vitor Hugo se posicionou sobre as declarações de Waldir: “Sendo líder do PSL, que é o partido do presidente, na minha visão ele deveria partir do pressuposto de que todos apoiamos”.

Procurado pelo Jornal Opção, Waldir disse que respeita a fala do líder do governo e que deseja “sorte na construção da reforma adequada”. “Espero que a fala dele seja a fala do cidadão brasileiro. Espero também que ele tenha a habilidade necessária para entregar todos os votos que ele precisa para aprovar a medida”.

Por fim, o federal disparou em direção contrária a de Vitor Hugo: “Ele fala como líder do governo, eu falo pelo PSL. Sou membro de um parlamento independente. Não sou um subordinado do presidente da República”.

Questionado sobre o motivo de não ter comparecido à audiência pública na Alego, o parlamentar endossou: “Estou em Brasília e aqui estão estourando várias bombas. A prioridade é aqui. Sou um só.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.