Delegado-geral afirma que investigação sobre desvios no Detran sofreu obstrução no passado

Odair José Soares disse que deixou de investigar o caso, que apontava chances de esquema desde 2015, por conta de óbices da gestão da época

Foto: Reprodução

O delegado geral da Polícia Civil, Odair José Soares, afirmou na tarde desta quinta-feira, 7, que o governo passado não deixava investigar corrupção no Estado de Goiás. Segundo ele, os delegados e policiais que tentavam investigar esse tipo de crime eram obstruídos ou transferidos.

Odair José afirma que havia controle de delegacias para que não se investigasse casos de corrupção. Havia indícios no Detran, revelado através da Operação Cegueira Deliberada, desde 2015, mas a investigação não prosperou.

“As delegacias eram controladas. Tinha delegado que era colocado para não investigar e quando começava alguma investigação era transferido”, explicou sem entrar em maiores detalhes.

Ele afirmou ainda que devido a esse ambiente chegou a deixar o Estado. “Nós vamos respeitar a lei, esse grupo irá trabalhar sempre dentro da legalidade com responsabilidade e transparência”, disse em referência ao Grupo Especial de Combate à Corrupção da Polícia Civil.

Uma resposta para “Delegado-geral afirma que investigação sobre desvios no Detran sofreu obstrução no passado”

  1. Paulo Mattos disse:

    Gravíssimo, se isso se confirmar, algo tem que ser feito urgente e punir todos os responsáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.