Deic passou por dia incomum com pane elétrica, depoimento apagado e um escrivão atropelado. Entenda

Foto: Reprodução

De acordo com a delegada Karla Fernandes, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), alguns acontecimentos chamaram a atenção da Polícia Civil neste domingo, 17, quando João Teixeira, conhecido como João de Deus, se entregou e foi levado para prestar depoimento.

Na ocasião, o escrivão designado para redigir o depoimento foi atropelado e quebrou o braço. Outro fato, no mínimo estranho, relatado durante a presença do médium na delegacia foi uma falha no computador que acabou apagando o depoimento, que precisou ser refeito.

Para finalizar, um frigobar estragou durante uma pane na estrutura elétrica da Deic, assustando todos os presentes. As informações foram confirmadas pela delegada. “Tudo isso aconteceu no dia do depoimento do médium e nos causou estranheza”, disse Karla.