“Deixarei o Brasil decidir o meu voto”, diz Kajuru em eleição à presidência do Senado

Senador lança enquete em tempo real nas redes sociais para decidir posicionamento na Casa Alta

Foto: Reprodução

Na segunda reunião preparatória para a eleição à presidência do Senado, o senador goiano Jorge Kajuru (PSB) recorreu à questão de ordem para declarar que deixará o povo brasileiro definir seu voto nas eleições deste sábado, 2.  

Kajuru afirmou que sofreria um infarto caso não fosse realizada a votação por cédula. O condutor da sessão, senador José Maranhão (MDB-PB), respondeu que seria lamentável caso o parlamentar sofresse um infarto no plenário, arrancando risos de parte dos presentes.

“Meu coração clama rebeldia contra essa decisão pelo voto secreto que abafa o grito brasileiro que clama pela transparência do Senado. Todavia, eu jamais ajudarei a estacionar um jipe com um cabo na porta do Supremo”, disse o senador.

Em seguida kajuru disse que nasceu sem cabresto e com amor ao país, “sempre preferindo as lágrimas da vitória à vergonha de não ter lutado pelo justo. Eu não vou jogar no lixo minha história, meu único patrimônio é o meu CPF”, disse.

O senador disse ainda que iria representar a vontade dos brasileiros que decidiriam se Kajuru anularia o voto ou não, por meio de uma enquete no Facebook. O parlamentar encerrou suas palavras cantando um trecho da música ‘Depende de Nós’. “Eu inauguro uma nova forma de votar, está lá a enquete em tempo real”, finalizou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

adilson antunes de barros

senhor kajuru esto com o senhor quer estes ratos do stf e dos deputados fora lute por nos os pobres pois somos nos quem fazemos o brasil andar so o nazista do bolsonaro e paulo guedes que nao sabe disto pois o maior patrimonio do brasil e o trabalhador sem ele ele nao tera nada e um imbecil