Deic investiga morte de médico durante suposta tentativa de assalto

Mais informações devem ser concedidas em breve pela polícia durante entrevista coletiva

A morte do médico, que era policial militar da reserva, Antônio Carlos de Castro, de 64 anos, será investigada pelo delegado Francisco Lipari no Cartório de Latrocínios da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), informou nesta quarta-feira (14/2) a assessoria de comunicação da Polícia Civil.

Mais informações devem ser concedidas em breve pela corporação durante entrevista coletiva. O caso aconteceu na noite da última segunda-feira (12), no Jardim Santo Antônio, em Goiânia. A vítima foi abordada por três pessoas em um carro e foi baleada após receber voz de assalto.

O médico ainda tentou fugir e chegou dirigir por alguns metros, mas bateu o carro em um poste. Os suspeitos fugiram com o veículo pela BR-153 e ainda não foram capturados.

Deixe um comentário