Definição do apoio do Avante deve ser feita até quinta-feira

Vereador e presidente do Diretório Regional do Partido, Thialu Guioti (Avante), esteve com o governador Ronaldo Caiado (União), no último domingo

O Avante vai definir até a próxima quinta-feira, 17, com quem vai caminhar nestas eleições rumo ao Palácio das Esmeraldas. Apesar da reunião entre o governador Ronaldo Caiado (UB) e o presidente do Diretório Regional da sigla, o vereador Thialu Guioti, no último domingo, 13, a agremiação atua de forma independente e mantém conversas com outros dois governadoriáveis. Isso porque, a decisão precisa ter consensualidade com os candidatos que vão disputar as eleições de outubro pelo Avante.

“Estamos com uma chapa praticamente pronta para estadual e a minha chapa de deputado federal está com 50% dos nomes fechados. Então, o fato de nós decidirmos com quem vamos caminhar será pautado por quem vai estar de maneira efetiva colaborando na construção da chapa para deputado federal no partido Avante”, condiciona. Ao todo, o partido terá 42 postulantes à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) e 18 postulantes à Câmara Federal. Eles serão os balizadores da escolha entre Caiado, o deputado federal Major Vitor Hugo (UB) e o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (sem partido).

No domingo, Thialu e Caiado conversaram sobre temas como apoio do Avante ao governo estadual e também sobre outras demandas do Estado. Apesar das eleições de 2022 e do apoio à candidatura de Ronaldo Caiado estarem em pauta, Thialu Guioti faz questão de ressaltar que o partido ainda não tem nenhuma definição político-partidária. “Só tocamos no assunto para decidirmos o que é que vamos fazer, assim como acredito que outros partidos têm feito”, explica o presidente.  

Apesar das conversas com o governador, o vereador por Goiânia Geverson Abel (Avante) participou da última live do prefeito de Aparecida de Goiânia. “Geverson Avel está fechado com o próximo governador, Gustavo Mendanha”, comentou o vereador durante a última live do aparecidense. Em 2018, o partido estava na chapa do ex-governador José Eliton (PSDB), a qual fez parte também o PTB, PSB, PR, PPS, Solidariedade, PV e Rede.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.