Defensoria Pública atende mulheres agredidas pelo Whatsapp durante pandemia

As mulheres vítimas de violência doméstica que estiverem confinadas com seus agressores podem fazer denúncias pelo telefone (62) 98307-0250.

Defensoria Pública já atendeu mais de 100 mulheres durante pandemia / Foto: Reprodução

O Núcleo de Defesa e Promoção dos Direitos da Mulher (Nudem) da Defensoria Pública do Estado de Goiás já atendeu cerca de 113 mulheres vítimas de violência doméstica pelo Whatsapp, durante a pandemia do novo coronavírus. O órgão oferece a opção para mulheres que estão em isolamento social junto com os agressores.

As vítimas podem fazer denúncias pelo telefone (62) 98307-0250. Segundo a coordenadora do Nudem, Gabriela Hamdan, o canal de comunicação é um “facilitador, especialmente, quando a mulher em situação de violência está com o agressor dentro de casa”. De acordo com ela, se a vítima não consegue falar ao telefone, ela pode enviar uma mensagem ao Núcleo. “A partir desse contato, temos condições de entender a situação e acionar a rede de proteção para que essa mulher seja atendida”, explica.

Desde o início da quarentena, no dia 13 de março, a Defensoria Pública, por meio do Nudem, atendeu 113 mulheres em situação de violência por telefone e aplicativo de mensagem em busca de orientação e atendimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.