Decreto suspende atividades públicas em Águas Lindas

De acordo com o documento, atividades que envolvem aglomerações estão canceladas, fechando shoppings e academias. Município tem três casos suspeitos

Foto: reprodução

Acompanhando a tendência nacional, a Prefeitura de Águas Lindas de Goiás divulgou um decreto que prevê a suspensão de atividades públicas do município. De acordo com o prefeito Hildo do Candango, as ações são necessárias para a contenção do novo coronavírus.

Estão canceladas as atividades que envolvem a concentração de um grande número de pessoas, como o funcionamento de feiras populares, shoppings, cinemas, clubes recreativos, academias, casas noturnas no prazo de 15 dias, podendo ser prorrogado.

“Estamos diante de uma pandemia, e isso assusta, mas temos que manter a calma, e traçar estratégias para conter esta doença. Agora é hora de salvar vidas, de nos unirmos com o único propósito que é manter a saúde da nossa população. Acredito que essas medidas são essenciais, e precisamos do apoio da comunidade, pedimos que permaneçam em casa, àqueles que puderem não saiam de casa e fuja do contato social. Além de manter as recomendações do Ministério da Saúde, que é a higienização”, argumentou o prefeito.

Segundo informações, a cidade de Águas Lindas, tinha três pacientes em acompanhamento sob suspeita de ter contraído o coronavírus, um dos casos já foi testado como negativo, e os outros aguardam a contraprova.

O Decreto, publicado nesta quarta-feira, 18, dispõe ainda sobre a proibição de visitas no Hospital Municipal Bom Jesus, e também da suspensão das atividades em grupo na Rede de Saúde Mental e na Rede de Atenção Básica de Saúde. As cirurgias, consideradas como eletivas também ficam suspensas, sendo aceitas apenas os casos de urgência e emergência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.