Decreto com diretrizes para Plano Plurianual é publicado no Diário Oficial

Projeto será encaminhado à Assembleia em agosto. Caiado diz que documento “deve ser capaz de fazer com que haja cada vez mais incentivo à geração de empregos no Estado, e de promover ações de combate às desigualdades regionais”

Foto: Reprodução

Foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira, 26, o decreto nº 9.434 assinado pelo governador Ronaldo Caiado com as diretrizes para a construção do Plano Plurianual (PPA) para o quadriênio 2020-2023. O documento é o instrumento do governo estadual para planejar as ações, objetivos e metas a serem alcançados pela atual gestão. O decreto marca o início oficial da elaboração do PPA, além de instituir o grupo de trabalho para exercer o papel de coordenação.

Ao assinar o documento, nesta quinta-feira, 25, Caiado ressaltou que o PPA a ser construído “deve ser capaz de fazer com que haja cada vez mais incentivo à geração de empregos no Estado, e de promover ações de combate às desigualdades regionais”. O governador também elogiou o trabalho da equipe que montou as diretrizes do PPA. “Eles conseguiram avançar com um grau de detalhamento, com uma progressão de ações sucessivas e dentro de uma metodologia que realmente mostra preparo”, afirmou.

A elaboração do PPA funcionará da seguinte forma: inicialmente serão formulados os objetivos estratégicos; em seguida, a capacitação e orientação de técnicos de cada pasta do governo; concepção dos programas de Governo; definição de indicadores de resultados e, por fim, a consolidação da proposta.

A secretária de Economia, Cristiane Schmidt, apresentou as etapas a serem cumpridas até julho, para que em agosto o governador encaminhe o projeto à Assembleia Legislativa.  Ela destacou que o PPA será norteado com oito eixos estratégicos e voltado para resultados. Por isso, segundo Schmidt, “é preciso uma atuação em conjunto de todas as pastas e autarquias do governo, buscando os mesmos objetivos”.

Eixos

Os eixos de atuação do PPA estão ligados à Saúde (trabalhar na prevenção); Educação (garantir acesso e permanência à uma educação básica emancipadora e inclusiva); Paz (garantia de direitos e cumprimento de deveres e aplicação da lei); Acolhimento (amparar os vulneráveis e garantir acesso à cultura e lazer, por exemplo); Infraestrutura sustentável (criar modelo sustentável para atender cidadão, empresas e seus negócios); Desenvolvimento Econômico (fomentar inovação e desenvolvimento tecnológico para promover ambiente de negócio atrativo); Governança e Gestão transformadora (solidificar instituições, prestação digna de serviço, acesso à informação e transparência) e Responsabilidade Fiscal (sustentabilidade financeira para potencializar o financiamento dos investimentos no Estado de Goiás).

“O PPA tem a função de amparar aqueles que se encontram em situação de pobreza, fome, abandono, vulnerabilidade social, para que alcancem uma nova realidade, com qualidade de vida”, afirmou a secretária. Ela também destacou uma inovação no PPA deste ano: a contribuição da sociedade, que poderá opinar sobre os desdobramentos dos oito eixos temáticos através do site ppa.go.gov.br.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.