Declaração de Imposto de Renda começa em março, confira passo a passo

Normalmente, o prazo de declaração do imposto começa no dia 1º de março e se encerra em 30 de abril

Se planejar no momento da declaração do imposto de renda é de extrema importância para que os custos tributários sejam amenizados | Foto: Marcelo Camargo / EBC

O universo das declarações contábeis ficou bem mais fácil com a tecnologia, como exemplos dos bancos, que disponibilizam plataformas digitais mais integradas para que o contribuinte possa se organizar. Além de diminuir a possibilidade de erros, estas plataformas agilizam o processo das declarações. 

A declaração do imposto de renda ocorre, normalmente, todos os anos entre março e abril. De acordo com uma projeção realizada pela Receita Federal, só no ano de 2020, aproximadamente 32 milhões de brasileiros declararam o Imposto de Renda como pessoa física neste mesmo período. 

Apesar do calendário oficial da declaração ainda não ter sido divulgado de forma oficial pela Receita Federal, espera-se que o prazo se mantenha, ou seja, que comece no dia 1º de março e se encerre no dia 30 de abril. Portanto, o contribuinte terá 60 dias para prestar contas junto ao Fisco. No ano passado, devido à pandemia do coronavírus, o prazo final foi estendido até 30 de junho, porém, a tendência este ano é que o calendário volte à normalidade. 

Para os contribuintes, é importante saber que todos os rendimentos ao longo do ano de 2020 devem ser declarados, incluindo os isentos e não tributados pelo imposto de renda, como indenizações por acidente de trabalho e saque de FGTS. Além disso, bens, gastos com educação, despesas médicas, odontológicas, pagamento de pensão alimentícia, aluguéis, operações na bolsa de valores, como ações e investimentos, entre outros devem ser declarados. 

A entrega da declaração é feita em dois modelos diferentes, o simplificado e o modelo completo. No simplificado, a redução da base de cálculo do imposto é de 20%, sendo limitado a R$ 16.754,34. Já o modelo completo, leva em consideração as despesas dedutíveis que o contribuinte teve durante o ano de 2020. 

Se planejar no momento da declaração do imposto de renda é de extrema importância para que os custos tributários sejam amenizados. Além do planejamento, existe ainda a possibilidade de se especializar e trabalhar nesta área. Nesse sentido, a Universidade Federal de Goiás – UFG está com inscrições abertas para o MBA em Planejamento Tributário. O curso tem como objetivo capacitar profissionais interessados em identificar habilidades necessárias para atuarem em situações que envolvam Planejamento Tributário, Contabilidade Tributária e Direito Tributário, por exemplo. 

Saiba mais:  https://sea.face.ufg.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.