De saída do União Brasil, Paulo Trabalho avalia filiação ao PTB, PL, DC ou Patriota

Parlamentar vai aproveitar a “janela partidária”, que se fecha no próximo dia 1º, para se filiar a uma sigla que esteja “alinhada com Bolsonaro”

Pré-candidato à reeleição e ainda filiado ao União Brasil após a fusão do Democratas com o PSL, o deputado estadual Paulo Trabalho quer aproveitar a “janela partidária” para se filiar em um partido que esteja “alinhado com o presidente Jair Bolsonaro [PL]”. O parlamentar terá até o dia 1º de abril para definir a quarta filiação partidária após passar pelo PSB, PT e PSL (União Brasil). Neste momento, o político conversa com quatro agremiações.

De acordo com o parlamentar, a nova sigla será escolhida entre o PTB, PL, DC ou Patriota. Todas estariam alinhadas com o pré-candidato à presidência da República e darão a oportunidade para que o político seja pré-candidato à reeleição a uma das 41 cadeiras disponíveis na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) nestas eleições.

O político chegou a ser cotado como postulante ao Senado Federal com o apoio da Frente Conservadora de Goiás (FGC), no entanto, não deu continuidade a ambição porque não quer competir com ex-governador Marconi Perillo (PSDB), já que a corrida fica acirrada. “Desejo me filiar a outro partido alinhado ao presidente Bolsonaro para disputar o pleito de 2022, mas não há sigla definida até o momento. Tenho conversado com alguns partidos que são mais alinhados com o que acredito e, claro, buscando sempre um lugar que possa dar força ao nosso projeto e à base do nosso presidente Bolsonaro”, justifica o parlamentar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.