De férias no Pará, ministro Weintraub bate boca com manifestantes

Grupo entregou kafta ao ministro que reagiu e disparou criticas ao PT, Lula e até Che Guevara

Foto: Reprodução

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, se envolveu em uma discussão com ativistas em Alter do Chão, no Pará, onde passa alguns dias de férias junto com sua família.

Tudo começou quando integrantes do Engajamundo entregou uma Kafta ao ministro. A atitude foi uma ironia em referência ao episódio em que Weintraub errou a pronúncia do nome do escritor Franz Kafka, chamando-o pelo nome da iguaria.

Alguns jovens também ostentavam cartazes em referência a outras gafes do ministro, que pegou o microfone de músicos que se apresentavam no local e disparou criticas ao PT, Lula e até Che Guevara.

Em meio a vaias, a confusão aumentou e o ministro bateu boca com outros frequentadores do local. Ao se dirigir a um índio, Abraham falou que “não é porque você está com um cocar que você é mais brasileiro do que eu, seu babaca”.

Ele acabou sendo arrastado pela família, enquanto ouvia gritos de “fascista”, e “fazendo balbúrdia”. (Com informações da Folha de S. Paulo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.