Datafolha: Marina Silva empata com Dilma Rousseff em eventual segundo turno

Presença da ex-ministra na disputa colocou Aécio Neves em terceiro por um ponto de diferença. Porcentual de nulos e brancos também apresentou redução

Números mostram, segundo o Instituto Datafolha, que a entrada de Marina Silva na disputa reduz consideravelmente a chance de a eleição ser decidida no primeiro turno

Números mostram, segundo o Instituto Datafolha, que a entrada de Marina Silva na disputa reduz consideravelmente a chance de a eleição ser decidida no primeiro turno

A ex-senadora Marina Silva (PSB) chegou ao páreo eleitoral com 21% das intenções de voto para a presidência da República no primeiro turno, conforme pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta segunda-feira (18/8) pelo jornal “Folha de São Paulo”. Este é o primeiro levantamento realizado após a morte trágica do então presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos.

A presidente Dilma Rousseff (PT) segue liderando com 36% da preferência do eleitorado –– 2 pontos porcentuais a menos que a pesquisa anterior ––, enquanto Aécio Neves (PSDB), que antes figurava em segundo lugar com os mesmos 20% verificados agora, aparece em terceiro com um ponto porcentual a menos que a pessebista, antes vice de Eduardo Campos –– que nos levantamentos de diversos institutos aparecia em terceiro e na pesquisa divulgada em 17 de julho pelo Datafolha detinha 8% das intenções.

Os números mostram, segundo o Instituto Datafolha, que a entrada de Marina Silva na corrida pelo Palácio do Planalto reduz consideravelmente a chance de a eleição ser decidida no primeiro turno.

A presença da ambientalista na disputa também reduz o porcentual de intenções de voto nulo ou em branco. Antes de Marina Silva ser colocada como candidata aos entrevistados, o porcentual era de 13% e agora está em 8%. Quanto aos indecisos, a queda foi de 14% para 9% entre um levantamento e outro do Datafolha.

O Instituto Datafolha entrevistou 2.843 eleitores em 176 municípios entre os dias 14 e 15 de agosto. O acidente que vitimou Eduardo Campos ocorreu na manhã do dia 13.

Cenários/pesquisa estimulada (quando são apresentadas opções de candidatos ao eleitor):

Se Dilma Rousseff fosse enfrentar Aécio Neves no segundo turno ela venceria de 47% contra 39% do tucano –– na pesquisa divulgada no mês passado a diferença era de 44% para a petista a 40%, o que configura empate técnico.

Já no segundo turno numa disputa entre Dilma e Marina, a pessebista sairia na frente com 47% dos votos contra 43% da petista.

Rejeição

Os que disseram que não votam de jeito nenhum em Dilma Rousseff somam 34%, em Aécio Neves, 18%, e em Marina Silva 11%.

Dados dos demais candidatos à presidência/cenário 1º turno:

– Pastor Everaldo (PSC): 3%

– José Maria (PSTU): 1%

– Eduardo Jorge (PV): 1%

*Não pontuaram: Luciana Genro (PSOL), Rui Costa Pimenta, Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB)

4 respostas para “Datafolha: Marina Silva empata com Dilma Rousseff em eventual segundo turno”

  1. Avatar antonio disse:

    o pt ja comeu demais, agora chega de pt.

  2. Vou observar mais a Marina, gostaria que ela falasse um pouco de politica externa, economia e estabilidade financeira, sustentabilidade é importante, mas somos a sétima economia do mundo e não gostaria de ver o brasil perdendo essa posição, pelo contrario gostaria de estar a frente do Reino Unido.

  3. Avatar marcio disse:

    Parece que os antagonistas da pátria finalmente encontraram alguém para uma disputa concorrida pela presidência. O Aécio é pífio, vergonhoso; sabe politizar bem – como o avô – mas não entende o porquê das escola públicas do estados que governou causarem enfarte nos professores. A Marina entra na disputa como uma válvula de escape, mas ela ainda não sinalizou nada que nos alegrasse em relação à economia. Tem que enxugar o estado, cortar gasto desnecessários, acabar com esse tal de “ministério da cultura” etc…

  4. Avatar Andrezza disse:

    Incrível que logo após a morte de Campos,Marina praticamente vence Dilma Roussef,muito difícil algum candidato ser páreo para Dilma,claro que os protestos e sensacionalismo de tucanos devem ter influenciado um pouquinho as pessoas,creio que Marina irá dar um pouco de trabalho para Dilma que irá vencer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.