Daniel Vilela admite aliança com PT em 2018 e faz aceno para Gomide

Pré-candidato ao governo de Goiás diz que não vê impedimento pela situação oposta de PT e PMDB no cenário nacional

Apesar do cenário nacional, Antônio Gomide pode ser vice de Daniel Vilela | Fotos: Fernando Leite / Jornal Opção

O deputado federal e presidente do PMDB em Goiás, Daniel Vilela, admite a hipótese de caminhar com o PT em 2018, possivelmente tendo o ex-prefeito e vereador de Anápolis, Antônio Gomide (PT) como vice em sua chapa para disputar o governo de Goiás.

À coluna do jornal Estado de S. Paulo deste domingo (27/8), o filho de Maguito Vilela disse não acreditar que seu partido venha a barrar a aliança. “Meu pai é quadro histórico do PMDB e sempre apoiou Lula. Não vejo problemas”, disse.

Diante da posição oposta dos partidos no cenário nacional, o presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), pretende propor que a executiva vete alianças com PT e PCdoB para as eleições do próximo ano.

Além da indisposição no cenário nacional, uma aliança entre PMDB e PT em Goiás também acabaria com a possibilidade de apoio do DEM de Ronaldo Caiado à candidatura de Daniel Vilela.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Denis

Quero trabalhar dia e noite para derrotar esse Gomide

Weber

Que decepção, imaginei que esse rapaz fosse mais habilidoso politicamente. Ao invés de construir um caminho que possibilite a retirada do grupo Marconista do poder, com essa atitude ajuda a eleger o candidato governista. Ao meu ver, não tem a mínima chance de Vitória e ainda vai se “queimar” politicamente se aliando a escória petista. Voto meu nunca mais….