“Da maneira que a lei foi feita na gestão passada, goianienses foram prejudicados”, diz Carlin Café

Para o vereador, apesar de contribuir com o faturamento da empresa em mais de R$ 80 milhões mensais, moradores têm um péssimo serviço no que diz respeito ao fornecimento de água e serviço de esgoto

Foto; Fernando Leite/Jornal Opção

O vereador Carlin Café (Cidadania) apresentou uma proposta na Câmara Municipal de Goiânia que revoga a lei que renova concessão da exploração de serviço de saneamento na capital. No mesmo dia, o vereador Alfredo Bambu (Patriota) apresentou um projeto de Lei semelhante, mas como Café registrou primeiro, a propositura que vale é dele.

O parlamentar lembra que a atual concessão vence em 2023 e que a nova valeria pelos próximos 30 anos. “Então, fundamental rever isso, A Câmara precisa debater esse assunto com mais profundidade por se tratar de um assunto de interesse de toda a comunidade goianiense. Espero, portanto, que esta Casa revogue essa concessão”, disse. O vereador lembrou ainda que 42% da receita da Saneago são oriundos de Goiânia.

“Ou seja, dos R$ 220 milhões do faturamento da empresa mais de R$ 80 milhões são obtidos na capital. Enquanto isso, o morador local tem um péssimo serviço no que diz respeito ao fornecimento de água e serviço de esgoto. Sem contar que grande parcela dos recursos são aplicados em outros municípios e não em Goiânia”, argumentou Café.

Segundo o vereador, na prática, o goianiense custeia o serviço prestado a municípios menores e que dão prejuízo, e em troca recebe um péssimo serviço. “Da maneira que a lei foi feita na gestão passada, os goianienses foram prejudicados. Cabe a esta Casa agora, revogar essa concessão e proteger nosso município”, completa.

“Com esse projeto teremos a oportunidade de discutir a não renovação dessa concessão e a possibilidade de o próprio município gerir o serviço. Até porque com R$ 80 milhões mensais poderíamos fazer grandes investimentos para que os cidadãos tenham um serviço de excelência de água e esgoto em todas as regiões de Goiânia”, explica Café.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.