Cunhada de Vaccari se entrega à polícia

O advogado garante que Marice estava participando de um congresso no Panamá e que voltou ao Brasil assim que soube da prisão decretada

Cunha do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari / Foto: Divulgação

Cunha do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari / Foto: Divulgação

Marice Corrêa de Lima, cunhada do ex-tesoureiro do PT João Vaccari, se entregou para a Polícia Federal da tarde desta sexta-feira (17/4), em Curitiba. Ela chegou à sede da polícia junto com o advogado Claudio Pimentel.

A cunhada de Vaccari é suspeita de ter participado dos desvios da Petrobras e de ser uma espécie de “auxiliar” do cunhado, para direcionar a propina ao PT. A prisão havia sido decretada na última quarta-feira (15/4), com o objetivo de evitar que fossem destruídas ou falsificadas provas. No mesmo dia também foi expedido o mandado de prisão de Vaccari, que foi preso ainda na quarta-feira (15/3), em São Paulo.

Conforme o advogado, Marice estava em um congresso no Panamá, e quando soube da prisão voltou ao Brasil. Ela teve o nome citado nas primeiras fases da Operação Lava Jato, no início do ano passado. (Com informações da Folha de S. Paulo)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.