Cunha e aliados preparam manobra para evitar cassação de mandato

Presidente da Câmara quer protelar o processo por três anos, até o final da atual legislatura, pra impedir qualquer condenação

| Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Oposição já se articula para tentar impedir manobra do presidente da Câmara | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Segundo informações da Folha de São Paulo, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) está articulando uma manobra para retardar uma possível cassação de seu mandato, em pauta depois que seu nome foi envolvido nas investigações da Lava-Jato. Cunha e seus aliados querem protelar o processo por três anos, até o final da atual legislatura, pra impedir qualquer condenação.

A manobra consiste em atrapalhar o andamento do processo até abril do ano que vem, prazo máximo para julgamento, pedindo vistas e suspendendo a votação, e então protocolar outra denúncia. A anexação da nova petição faria todo o processo voltar à estaca zero.

Este é o entendimento da área técnica do Congresso, que se apoia no direito de ampla defesa e de o acusado não poder ser punido duas vezes pelo mesmo crime para sustentar a estratégia.

Em contrapartida, os que não fazem parte do círculo de Cunha já se preparam para barrar a manobra. Entre as possibilidades, está a de pedir o arquivamento de qualquer nova representação, já que ela trataria do mesmo assunto de um processo já em curso.

Deixe um comentário