Cunha acusa mídia de divulgar notícias apenas para constrangê-lo

Ap├│s den├║ncias de que presidente manteria contas secretas na Su├¡├ºa, deputado afirma que acusa├º├Áes s├úo “seletivas” e visam transform├í-lo no foco das investiga├º├Áes

| Foto: Gilmar Felix/ Câmara dos Deputados

Presidente será julgado pelo STF | Foto: Gilmar Felix/ Câmara dos Deputados

Ap├│s o Minist├®rio P├║blico da Su├¡├ºa ter repassado ├á Procuradoria Geral da Rep├║blica os resultados de investiga├º├Áes que apontam que o presidente da C├ómara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e alguns de seus familiares mant├®m contas secretas no pa├¡s, Cunha emitiu nota se manifestando sobre a acusa├º├úo. Segundo ele, o caso s├│ ser├í comentado depois que ele tiver acesso ao real teor da den├║ncia.

Na nota, divulgada pelo assessoria de imprensa do Gabinete da Presid├¬ncia da C├ómara, o presidente afirma que “desconhece o┬áteor dos fatos veiculados e n├úo tecer├í coment├írios sem ter acesso ao conte├║do real do que vem sendo divulgado”. Cunha garantiu ainda estar tranquilo e acusou a m├¡dia de estar divulgando not├¡cias selecionadas “unicamente” para “constranger o presidente da C├ómara”.

O comunicado ainda afirma a exist├¬ncia de uma “tentativa cont├¡nua de transformar o presidente da C├ómara no principal foco da investiga├º├úo”.┬áCunha┬áaproveitou a oportunidade para relembrar nota anterior (de 20/8), em que ele questiona o porqu├¬ de seu nome┬áestar sendo citado, mas o dos membros do Governo e do PT supostamente n├úo aparecerem nas den├║ncias. “├ë┬ámuito estranho n├úo haver ainda nenhuma den├║ncia contra membro do PT ou do governo, detentor de foro privilegiado”, pontua ele.

Cunha ser├í julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), j├í que ├® detentor de foro privilegiado, e disse confiar “plenamente na isen├º├úo e na imparcialidade” do STF. Enquanto seus advogados ainda n├úo t├¬m acesso ├á den├║ncia, o presidente diz seguir “realizando seu trabalho com a mesma lisura e independ├¬ncia”.

Confira a nota na íntegra:

“NOTA ├Ç IMPRENSA

Com rela├º├úo ├ás not├¡cias veiculadas acerca de supostas movimenta├º├Áes financeiras no exterior atribu├¡das ao presidente da C├ómara dos Deputados, Eduardo Cunha, esclarecemos:

1) O presidente desconhece o teor dos fatos veiculados e não tecerá comentários sem ter acesso ao conteúdo real do que vem sendo divulgado. Assim que tiver ciência, por meio de seus advogados, o presidente se manifestará.

2) O presidente reitera o teor do seu depoimento prestado à CPI da Petrobras de forma espontânea.

3) O presidente reafirma o seu posicionamento na nota divulgada no dia 20 de agosto de 2015, na qual, entre outras observa├º├Áes, destacou:

– ┬┤Tamb├®m ├® muito estranho n├úo haver ainda nenhuma den├║ncia contra membro do PT ou do governo, detentor de foro privilegiado┬┤.

– ┬┤├Ç evid├¬ncia de que essa s├®rie de esc├óndalos foi patrocinada pelo PT e seu governo, n├úo seria poss├¡vel retirar do colo deles, e tampouco colocar no colo de quem sempre contestou o PT, os in├║meros il├¡citos praticados na Petrobras.┬┤

4) Diante desses fatos, causa muita estranheza a divulgação seletiva de notícias visando unicamente constranger o presidente da Câmara, em contrapartida ao silêncio sobre fatos graves que não foram objeto de divulgação alguma. Refutamos a tentativa contínua de transformar o presidente da Câmara no principal foco da investigação.

5) O presidente continua absolutamente tranquilo e realizando seu trabalho com a mesma lisura e independência, confiando plenamente na isenção e na imparcialidade do Supremo Tribunal Federal.

ASSESSORIA DE IMPRENSA
GABINETE DA PRESID├èNCIA”

2 respostas para “Cunha acusa m├¡dia de divulgar not├¡cias apenas para constrang├¬-lo”

  1. Caio Maior disse:

    Parece piada pronta. Mediante comunicado oficial a Procuradoria Geral da República informou que o Ministério Público da Suíça congelou ativos de Eduardo Cunha e de seus familiares em várias contas no país, depois de um banco levantar suspeitas sobre lavagem de dinheiro, em abril. Com a impossibilidade de extradição, as autoridades suíças transferiram as investigações à PGR. E a culpa é da “mídia”? Parece um mantra! Outros “entes” também devem prestar contas à Justiça. Esperamos que isso ocorra. Mas o fato de haver “muitos” suspeitos não é álibi para “alguns”. Pelo visto vão dizer o mesmo: a culpa é da “mídia”! Virou bordão. Acabará virando “meme”, “hashtag”: #aculpaédamídia!

  2. José Geraldo Resende disse:

    Então… O pau já não bateu em Chico, agora tem que bater em Francisco… Ou isso só valem para o outro, “o diabo é sempre o outro”… É preciso limpar tudo, primeiro arrumar a casa senão como essa casa vai poder julgar os outros. Tem CPIs em andamento, pode ainda o congresso ser chamado para julgar a Presidenta, como se vai fazer isso com tantos membros investigados. É simples, afastam os investigados das funções públicas, e enquanto fazem suas defesas, assumem os suplentes. É só cumprir e fazer cumprir a lei.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.