Crusoé segue com multa de R$ 100 mil por descumprimento de determinação do STF

Entretanto revista afirma ter retirado reportagem do ar imediatamente à notificação encaminhada pelo ministro Alexandre Moraes

Ministro Alexandre de Moraes | Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre Moraes, em multar a revista Crusoé em R$ 100 mil pela não retirada da matéria que envolve ministros do Supremo à nomes da Odebrechet segue polêmica. Segundo a direção da revista a multa foi aplicada mesmo após a exclusão da matéria que teria sido feita de forma imediata à notificação do ministro.

Na decisão que não teria sido cumprida pelo Crusoé também é estendida ao site O Antagonista. O texto encaminhado aos veículos, Alexandre de Moraes determinava a retirada imediata do ar a reportagem de capa da última edição, intitulada “O amigo do amigo de meu pai”.

Moraes também ordenou que a Polícia Federal intimasse os responsáveis pela publicação da reportagem, medida que foi revista após o arquivamento feito pela Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge na tarde desta terça-feira, 16.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.