Criticado por machismo, canal Porta dos Fundos retira do ar esquete que satirizava vereadora de Curitiba

No vídeo, a ficcional Yollanda Ramos disse que sua eleição teria acontecido por motivos sexuais e pelo vazamento de “nudes” nas redes sociais. Personagem foi associada a Indiara Barbosa, do partido Novo

Após publicar uma esquete no domingo, 22, com a personagem Yollanda Ramos Vereadora, o canal Porta dos Fundos foi criticado por machismo e misoginia. Segundo os internautas, o vídeo faria referência a vereadora de Curitiba Indiara Barbosa, do partido Novo.

Na esquete, a personagem fictícia de nome Yollanda Ramos — interpretada pelo ator Joel Vieira — diz ser a vereadora mais votada de Curitiba e filiada ao Novo, o que gerou identificação imediata com Indiara.

Yollanda Ramos conversa com sua filha e mostra, no decorrer do vídeo, que sua eleição teria acontecido por motivos sexuais. “Eu fui numa festa do Partido Novo, fiquei doidona e acabei cativando um dos presentes. E ele quis lançar minha candidatura ”, diz Yollanda.

O fato de ter sido “a mais votada”, segundo a personagem da esquete, aconteceu porque ela vazou “nudes” nas redes sociais. “Aparentemente a comunidade de swing do Paraná é maior do que eu imaginava”, afirma.

Pelo Twitter, Indiara Barbosa repudiou a produção do canal:

Apesar de ter sido a vereadora mais votada de Curitiba, pelo @partidonovo30, certamente essa personagem não sou eu. É uma pena que o @portadosfundos associe o sucesso de uma mulher a alguma conotação sexual. Temos muito trabalho para mudar essa cultura retrógrada.

Após a repercussão, o Porta dos Fundos retirou o vídeo do ar. Em nota, o canal disse que admite que o conteúdo não condiz com o que acreditam:

Reconhecemos que o vídeo não condiz com o que acreditamos e, por isso, optamos por tirá-lo dos nossos canais. A personagem já existe há nove anos — uma senhora que preza pela sua liberdade sexual — e é totalmente fictícia. Em nenhum momento tentamos parodiar ou fazer graça com qualquer pessoa real.

O Porta dos Fundos acredita que o Brasil precisa de mais mulheres nos cargos públicos. Agradecemos a nossa comunidade por estar com a gente sempre crescendo e trocando juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.