Cristiane Brasil é alvo de operação da PF que apura possível fraude no Ministério do Trabalho

Agentes cumprem mandados de busca e apreensão em endereços ligados à deputada no Rio de Janeiro e em Brasília

Cristiane Brasil na Pasta do Trabalho: mais desgaste ao governo de Michel Temer | Foto: Gilmar Félix/ Agência Câmara

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (12/6) a segunda fase da Operação Registro Espúrio, com o objetivo de aprofundar as investigações a respeito de suposta organização criminosa que atuaria na concessão fraudulenta de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho.

Policiais Federais cumprem três mandados de busca e apreensão em endereços da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ). As diligências estão sendo cumpridas em Brasília e no Rio de Janeiro e foram expedidas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Além disso, a Justiça aprovou imposição de medidas cautelares contra a deputada, que está proibida de frequentar o Ministério do Trabalho e de manter contato com demais investigados ou servidores da pasta.

Cristiane Brasil é filha de Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB. Ela chegou a ser indicada pelo presidente Michel Temer (MDB) para comandar o Ministério do Trabalho no início do ano, mas não chegou a tomar posse após decisões judiciais que a impediram de assumir o cargo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.