A União publicou o remanejamento de R$ 39,7 milhões para cobrir as despesas da duplicação da rodovia GO-213, entre Morrinhos e Rio Quente e Rio Quente/Caldas Novas. O dinheiro do crédito suplementar agora consta no Orçamento deste ano e será utilizado entre um convênio do Comando do Exército e o Estado de Goiás para a execução da obra.

A rodovia será duplicada em duas etapas e, segundo o documento, não criará despesas extras para o Orçamento, tendo em vista que a verba é proveniente da reserva de contingência do próprio Exército.

O primeiro trecho, que vai de Morrinhos ao entroncamento com a GO-507, tem 39 quilômetros até a entrada de Rio Quente. Já o segundo, de 18 quilômetros, é referente ao trevo de Rio Quente a Caldas Novas.

Leia também:

Duplicação da BR entre Rio Verde e Itumbiara deve ter início no primeiro semestre de 2024

Ministro dos transportes prestigia início das obras de duplicação da BR-153