CPI dos Incentivos promete divulgação de documentos comprometedores no próximo semestre

Segundo vice-presidente, primeiro semestre da comissão foi marcado por levantamento de dados e o segundo contará com convocações

Esta terça-feira, 26, marcou o último encontro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Incentivos Fiscais antes do recesso parlamentar. A CPI foi encerrada após entregas de requerimentos, entre eles, o de prorrogação por mais 60 dias, imediatamente aprovado.

O relator da CPI, Humberto Aidar (MDB), inclusive, disse que são milhares de páginas de documentos já juntados. Em dado momento ele criticou algumas empresas, sem citar nomes, que “plantam notas em jornais” para tentar descredibilizar a comissão.

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Atuação

Ao Opção, o vice-presidente da CPI, Vinicius Cirqueira (Pros), pontuou que este semestre foi praticamente para levantamento de dados. Segundo ele, o que veremos depois do recesso será digno do “The Intercept”, disse em referência às análises do veículo de comunicação entre conversas de membros do Ministério Público, responsáveis pela Lava Jato, e o ex-juiz Sérgio Moro.

“No próximo semestre começaremos as convocações. Nossa equipe técnica tem trabalho 24h por dia para cruzar dados e analisar documentos”, adiantou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.