CPI da Enel requer Plano de Investimento da empresa e reunião com Caiado

Membros da Comissão também irão sabatinar novo presidente da companhia no próximo dia 12 de setembro 

Foto: Reprodução

Os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Enel se reuniram na última semana e aprovaram um requerimento que solicita acesso aos planos de investimentos da empresa Enel — responsável pela distribuição de energia em Goiás — nos anos de 2019, 2020, 2021 e 2022.

Segundo o presidente da Comissão, Henrique Arantes (PTC), a empresa teria assumido o compromisso de investir R$ 1 bilhão por ano em locais estratégicos. “Mas queremos saber quais são essas localidades. Precisamos entender se isso condiz com a necessidade do Estado. Já realizamos diversas audiências públicas em diferentes localidades exatamente para saber onde estão as maiores deficiências”.

Também foi aprovada a convocação do novo presidente da Enel, José Luis Salas. Ele deverá comparecer ao Legislativo no dia 12 de setembro. “O plano chegará antes da visita dele (José Luis) ao Parlamento, então termos condições questioná-lo”, disse Arantes.

Encontro com governador

Os parlamentares votaram favoráveis ao encaminhamento de um ofício ao Executivo para que seja agendada uma reunião com o governador Ronaldo Caiado (DEM). “Os membros da comitiva possuem algumas perguntas. Gostaríamos de entender e conversar também sobre o plano de intenção que o governador quer assinar com a Enel”.

Outro fator que deverá ser abordado diz respeito a “possível investida” de Caiado em fazer com que a Celg GT assuma a distribuição de energia no Estado. “Temos a convicção de que isso é juridicamente inviável”, pontuou Arantes. A expectativa segundo o deputado é de que a reunião ocorra dentro das próximas semanas.

Audiências Públicas

“Marcamos uma audiência com o Secovi [Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias] que é um setor produtivo que demanda energia e está reportando uma negativa constante em relação ao serviço prestado pela Enel”, explicou o presidente. Segundo ele, outra — que ainda não possui data definida — deverá ser realizada no Vale do Araguaia, no município de São Miguel do Araguaia: “É a única região que não visitamos ainda”.

Na segunda-feira, 26, a Comissão tem reunião marcada no município de Quirinópolis. Na terça, os parlamentares seguirão para Jataí. A intenção dos encontros é levantar as queixas mais recorrentes em relação à prestação do serviço de energia nas diferentes regiões do Estado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.