Covid-19: Médico do Hospital Materno Infantil morre em Goiânia

Emivaldo Soares Martins foi descrito pelos colegas como: “exemplar, ético, excelente cirurgião e médico, também era um ser humano maravilhoso”

Hospital Materno Infantil | Foto: Divulgação

O cirurgião geral, ginecologista e obstetra Emivaldo Soares Martins, 63 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira, 25, em Goiânia. O profissional que atuava como plantonista no Hospital Materno-Infantil (HMI) tinha testado positivo para Covid-19 e cumpria isolamento social.

O hospital lamentou a morte de Emivaldo e prestou condolências aos familiares. Segundo o HMI, ele atuava na instituição há quase três anos no Pronto Socorro da Mulher e estava afastado por conta da Covid-19.

leia a nota do HMI sobre a morte do médico:

Com muito pesar, o Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) comunica a morte do ginecologista plantonista da unidade, Emivaldo Soares Martins, de 63 anos, na madrugada de hoje, 25 de maio.

O HMI informa ainda que o colaborador, que testou positivo para o Covid-19, estava afastado de suas atividades. O médico trabalhava no HMI há quase três anos e fazia plantão no Pronto Socorro da Mulher.

De acordo com a coordenadora da obstetrícia, Luciene Bemfica, o médico era uma pessoa querida por todos os colegas, considerado um mestre pelos residentes do HMI. “Além de um profissional exemplar, ético, excelente cirurgião e médico, também era um ser humano maravilhoso. Uma perda irreparável pra todos nós que convivíamos com ele. Estamos todos enlutados!”

As diretorias Geral e Técnica lamentam e sentem muito a perda do profissional e estimam que Deus conforte aos Familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.