Coronavírus ultrapassa marca de 100 mil casos em todo o mundo

Novos casos têm desacelerado na China, enquanto a propagação no restante do mundo ainda é alta

Foto: Reprodução

Os casos de coronavírus ultrapassaram a marca de 100 mil na manhã desta sexta-feira, 6. Os lugares mais atingidos foram a China, onde a epidemia teve início, com 80.5 mil, a Coreia do Sul, com 6.59 mil e o Irã, com 4.74 mil. Em seguida, vem a Itália, com 3.85 mil. Os dados são do Center for Systems Science and Engineering, da universidade Johns Hopkins.

Os novos casos têm desacelerado na China, enquanto a propagação no restante do mundo ainda é alta. O país asiático teve 200 diagnósticos nas últimas 24 horas. Nos outros países, foram 2.300.

A universidade americana considera o dia 24 de janeiro como o início da transmissão da doença, na cidade de Wuhan, na China. Desde então, já são 46 dias de transmissão.Apesar de a transmissão ser acelerada, a taxa de mortalidade está na faixa de 3%. No mundo, foram contabilizadas 3.408 mortes.

A Universidade Johns Hopkins fornece um mapa em que é possível acompanhar o crescimento dos casos de coronavírus no mundo em tempo real. A ferramenta permite o acompanhamento de diversos tipos de dados, como o número de mortes e o de pessoas recuperadas.

No Brasil

O Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual da Saúde da Bahia (Sesab) confirmaram, na manhã desta sexta-feira, 6, o primeiro caso importado do novo coronavírus (Covid-19) no estado. Trata-se de uma mulher, de 34 anos, que mora em Feira de Santana e retornou da Itália em 25 de fevereiro, com passagens por Milão e Roma.

Com a confirmação do caso na Bahia, o país soma agora nove casos de Covid-19, sendo seis em São Paulo, um no Rio de Janeiro e um no Espírito Santo, além do caso confirmado em Feira de Santana.

Além disso, existe um caso confirmado no Distrito Federal, após exame feito por um laboratório particular. O ministério ainda aguarda a contraprova, realizada por uma instituição credenciada pelo Ministério da Saúde para realizar o exame, para confirmar oficialmente. Trata-se de uma mulher, de 53 anos, que viajou pela Inglaterra e Suíça. (Com informações da Exame e da Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.