Coordenadora de Caps é presa após fazer compras com cartão bancário de idoso

Investigada pelo crime de peculato, a mulher de 27 anos usou o cartão de uma das vítimas para compras em loja de cosméticos e restaurantes renomados de Goiânia

Coordenadora de CAPS presa por usar cartões bancários de idosos sem autorização | Foto: Polícia Civil

A coordenadora de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) foi presa na manhã desta terça-feira (30/1) pelo crime de peculato. A mulher, de 27 anos, é acusada de utilizar cartões bancários de idosos para fazer compras e contrair empréstimos.

A prisão preventiva de R.C.F é resultado de investigação comandada pela delegada Ana Lívia Batista da Delegacia do Idoso (Deai). O inquérito apura a prática de crime descrito no art. 102 do Estatuto do Idoso, que prevê como pena a reclusão de um a quatro anos e multa. E também do art. 312 do Código Penal que descreve o crime de peculato.

De acordo com as investigações, a mulher,  na condição de servidora pública comissionada, nomeada para a coordenação de um CAPS, aproveitou-se da posse dos cartões bancários dos idosos, apropriando-se de rendimentos provenientes de aposentadorias, além de ter realizado vários empréstimos bancários.

De acordo com a Polícia Civil, de posse do cartão de aposentadoria de uma das vítimas idosas, a investigada realizou várias compras em lojas de cosméticos e restaurantes renomados de Goiânia.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.