Convenções do PMDB goiano devem ser em 30 de junho

Presidente do partido, Samuel Belchior, ressaltou que a tendência é que a data seja confirmada. Tradicionalmente, partido faz evento no final do mês de junho

A executiva do PMDB goiano deve realizar no dia 30 de junho a convenção partidária, prazo máximo estabelecido pela Justiça Eleitoral. Apesar de três peemedebistas (os deputados estaduais Bruno Peixoto e Nélio Fortunato, e o federal Pedro Chaves) terem afirmado após a reunião no diretório da legenda na manhã desta segunda-feira (12/5) que o evento estaria confirmado, o presidente do partido, Samuel Belchior, informou que a convenção está apenas pré-agendada.

Caso ocorra na data, a convenção será dois dias após a convenção do PSDB, agendada para 28 de junho. Questionado pelo Jornal Opção Online o que teria levado a executiva a decidir pela data, Pedro Chaves respondeu que historicamente a sigla tem feito os eventos no último dia do prazo. Neste ano, deu-se prioridade para que o dia não se choque com os jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo no Brasil.

Pedro Chaves falou também sobre o ritmo lento de Júnior Friboi nesse período de pré-campanha, motivo de preocupação entre peemedebistas. A situação fica ainda pior porque em breve o empresário passará por cirurgia, o que deve mantê-lo fora das mesas de reunião e das ruas por algum tempo. Chaves aponta que o período de recuperação de Friboi pode ser menor que 15 dias, de sete a dez dias. A cirurgia será realizada na terça-feira (13).

Júnior Friboi foi convidado para o encontro desta segunda, mas Samuel Belchior desconversou quando foi perguntado sobre o motivo da ausência dele, que estaria fazendo exames pré-operatórios em Goiânia. O presidente disse ter recebido a informação de que o empresário já teria sido internado.

A reunião, segundo ele, serviu para tentar avançar nas negociações sobre chapas proporcionais e o número de candidatos, principalmente, enquanto o pré-candidato se recupera. “Vamos continuar nossos planejamentos eleitoral e de campanha”, certificou. Os diretórios municipais serão cobrados para que definam o mais rápido possível seus pré-candidatos à Assembleia Legislativa e à Câmara dos Deputados.

Ex-deputado quer PDT, PT e PCdoB junto com o PMDB. Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção Online

Ex-deputado quer PDT, PT e PCdoB juntos com o PMDB. Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção Online

Chapão

Após o fim da reunião, o ex-deputado José Nelto disse que sugeriu para a executiva um encontro entre os presidentes do PDT, PT, PCdoB e PDT com a presença de Júnior Friboi e Iris Rezende para que seja formada uma aliança no Estado para as eleições –– mesma base da presidente Dilma Rousseff (PT). Em relação a isso, Pedro Chaves avalia que a intenção é boa, mas que dificilmente todos se unirão no primeiro turno.

Ele deseja que Antônio Gomide (PT) saia na vice e Iris ao Senado, inclusive com um suplente a senador petista. Se o ex-governador aceitaria a proposta, José Nelto relatou que o líder não descartaria a vaga. “Mas tudo isso depende do Júnior. Ele está com a bola e tem que rolar e demonstrar determinação de candidato e ter uma proposta de governo para mudar Goiás”, pontuou.

Encontro nacional

Na próxima quarta-feira (14), será realizado em Brasília um encontro entre os presidentes estaduais com o presidente nacional da sigla, o vice-presidente da República Michel Temer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.