Convenção do DEM goiano começa sem principais lideranças e com poucos prefeitos

Sete gestores municipais da sigla foram à pecuária. No início, palanque foi preenchido pelo vice-presidente nacional, José Carlos Aleluia, e pelo deputado goiano Helio de Sousa

*Colaborou Ketllyn Fernandes

A convenção estadual do Democratas, finalizada no início da tarde desta segunda-feira (30/6), começou sem a presença do presidente nacional do partido, o senador José Agripino (RN), e de Antônio Carlos Magalhães Neto, o ACM Neto, prefeito de Salvador (BA) — que chegou somente ao meio-dia. O candidato ao governo estadual Iris Rezende (PMDB) chegou após três horas da cerimônia, que teve em seu início a leitura de ata e o procedimento de formalização da candidatura do deputado federal Ronaldo Caiado ao Senado.

Devido ao curto espaço de tempo, o evento foi marcado pela pressa. Um exemplo claro da correria se deu quando Iris concedia entrevista aos jornalistas do lado de fora do auditório e Caiado, que preside o partido em Goiás, desceu do palanque para buscá-lo.

A mesma situação aconteceu com ACM Neto, que havia chegado minutos antes; no entanto, com mais sutileza por parte do democrata goiano. Agripino foi visto no local momentos depois, mas não concedeu coletiva. Ambos tinham voo marcado para o início da tarde para Brasília, onde participaram da convenção nacional do DEM, agendada para começo desta tarde.

Sem as principais lideranças nacionais, o palanque foi preenchido inicialmente pelo secretário de Urbanismo e Transporte de Salvador, José Carlos Aleluia (DEM-BA), vice-presidente nacional da sigla, e o deputado federal goiano Sandro Mabel (PMDB), além do estadual Helio de Sousa (DEM), e outras autoridades. Do PMDB estiveram presentes os prefeitos de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), e o de Pilar de Goiás, Sávio de Sousa, além do pré-candidato à Assembleia Legislativa de Goiás José Nelto (PMDB).

Dos 17 prefeitos democratas, somente sete até as 11h. São eles: Vilmar José Correa, de Campos Verdes; Paulo Nascimento de Souza, de Faina; José do Nascimento Januário, de Gouvelândia; Jaime Ricardo Ferreira, de Ouro Verde; Levino de Souza Silva, de Santa Isabel; Nelson Donizete Ferreira, de Urutaí; Paulinho do Lino, de Faina. A maioria dos prefeitos do DEM declarou apoio à reeleição do governador Marconi Perillo (PSDB), embora também afirmem que são favoráveis ao nome de Ronaldo Caiado ao Senado.

Diferentemente da convenção de 2010, em que a sigla indicou o atual vice-governador José Eliton (hoje no PP) para compor na chapa majoritária de Marconi, a desse ano registrou poucos militantes chorando. Há quatro anos atrás, quando Caiado discursava e dizia que aceitaria a aliança de seu partido com o tucano, várias pessoas choravam copiosamente.

O evento foi realizado na pecuária de Goiânia, em auditório da SGPA, e serviu para oficializar o nome de Caiado ao Senado pela chapa encabeçada por Iris, que tem o deputado federal Armando Vergílio (Solidariedade) como vice. No mesmo local, a partir das 14h, foi marcada a convenção peemedebista em conjunto com o Solidariedade.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.