Consumidor denuncia cobrança não autorizada na conta de luz

Enel Distribuição Goiás nega que cobrança tenha sido feita sem a autorização de cliente

*Matéria atualizada no dia 29/3 
Apesar de informações que davam conta de outros casos semelhantes, nenhum outro consumidor chegou a procurar a empresa para registrar queixa. Por isso, até onde se sabe, o caso tratado na matéria ocorreu de forma isolada. 

Uma consumidora goiana se deparou no último mês com um valor a mais cobrado na conta de luz. A quantia diz respeito à doação para a Legião da Boa Vontade (LBV) e teria que ser previamente autorizada pelo cliente da Enel Distribuição Goiás, o que não teria ocorrido.

A Legião da Boa Vontade (LBV) entrou em contato com a reportagem para informar que, no que diz respeito ao caso citado, houve sim um problema referente à mudança de endereço do consumidor, o que teria provocado a cobrança a mais.

A associação também reforçou que o valor só é cobrado mediante autorização, que este é um caso isolado e que o montante, cerca de R$ 13, havia sido devolvido.

Procurada pela reportagem, a Enel Distribuição Goiás também nega que a cobrança tenha sido feita sem a autorização. Confira abaixo a nota na íntegra:

Enel Distribuição Goiás esclarece que a cobrança mencionada se refere a uma doação, autorizada pelo cliente para Legião da Boa Vontade (LBV). A distribuidora informa que as cobranças são efetuadas quando a entidade entra em contato com o cliente e ele autoriza a doação por meio da conta de energia. A Enel atua como mera arrecadadora da doação que é transferida integralmente para a LBV.

A empresa orienta que o cliente pode optar por cancelar a doação e tirar dúvidas pelo nosso atendimento pela Central (0800-62-0196) ou pelos perfis nas redes sociais Facebook (www.facebook.com/EnelClientesBR) e Twitter (@EnelClientesBR).

ENEL

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.