Conselho faz alerta sobre criação de animais de estimação não convencionais

Confira lista de pets que podem ser criados sem autorização do Ibama

A Comissão de Animais Selvagens e Meio Ambiente do CRMV-GO orienta as pessoas interessadas em adquirir um pet não convencional, procura que tem aumentado muito nos últimos anos no Brasil. Nos últimos anos, répteis, aves, mamíferos exóticos e mesmo anfíbios e invertebrados passaram a conviver com os tradicionais cães e gatos em pet shops e residências.

O assunto veio à tona após estudante ter sido picado por uma cobra naja em Brasília. O Ibama informou que vai aplicar uma multa de R$ 61 mil a Pedro Henrique Krambeck, por manter serpentes em cativeiro sem autorização. Já a mãe e o padrasto dele vão receber sanção de R$ 8,5 mil cada.

Segundo os especialistas, os pets não convencionais se resumem em dois tipos: o da fauna silvestre exótica ou nacional que necessitam de autorização pelo IBAMA (animal adquirido de criadouro legalizado) e animais não convencionais considerados domésticos pela Portaria IBAMA no. 93 de 07 de julho de 1998 (Lista de Fauna Doméstica para fins de Operacionalização do IBAMA – Anexo I).

Antes de adquirir um animal não convencional, o CRMV-GO alerta que devem ser levados em conta seguintes questionamentos:

– Tenho espaço suficiente para criar o animal?

– Esse ambiente respeita o mais próximo do habitat desse animal?

– Consigo oferecer conforto e segurança para meu pet?

– Tenho tempo suficiente para interagir com o animal?

– Tenho recursos financeiros para manter a boa saúde do animal e suporte veterinário?

– Conheço a biologia da espécie? Do que se alimenta, expectativa de vida, se são animais solitários ou gregários, o que fazer com filhotes, se possuem hábitos diurnos ou noturnos, temperamento da espécie, entre outros.

– Outros questionamentos: quais as doenças mais comuns, quais as medidas profiláticas (vacinação, desverminação e controle de ectoparasitas), se precisam de algum cuidado específico, tipo suplementação vitamínica.

Todas essas perguntas podem ser respondidas no agendamento de uma consulta com um médico-veterinário especialista na área, pois a prevenção é a peça chave na manutenção de animais com custo mínimo. Além disso, você terá todo o suporte de informações na aquisição de um animal que se encaixe exatamente no seu perfil e nas suas expectativas. E o mais importante: você estará contribuindo para o bem-estar do seu novo animalzinho de estimação.

Confira a lista com algumas espécies consideradas domésticas pelo Ibama ou acesse o link.

Aves: canário belga, diamante mandarim, diamante de gould, manon (passeriforme), calopsita, periquito australiano (psitacídeos), tadorna, ganso, ganso do Nilo, ganso canadense, marreco, pato da Carolina, pato mandarim, cisne negro (anseriformes), peru, faisão de coleira, pavão, codorna chinesa, galinha, galinha d´Angola, perdiz chucar (galiforme), pomba diamante, pombo doméstico (columbiforme)

Mamíferos: camundongo, rato, ratazana, porquinho da índia, hamster, chinchila (roedores), coelho (lagormorfo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.