Conselho da OAB-GO autoriza todas candidaturas à vaga de desembargador pelo quinto

Os 23 candidatos inscritos participam do processo seletivo de formação da lista sêxtupla para concorrer a uma vaga de desembargador no TJ-GO

Após horas de julgamento sobre os recursos contra indeferimentos e impugnações, o Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) decidiu, por unanimidade, que todos os 23 candidatos inscritos participam nesta sexta-feira (18/5) da seleção para formação de lista sêxtupla para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) pelo quinto constitucional.

Agora, cada um dos candidatos tem cinco minutos se apresentar ao Conselho Seccional, em ordem definida por sorteio. 

Primeiro, forma julgadas as impugnações de Alexandre Fernandes, Alexandre Kafuri, Alexandre Tocantins, Antônia Chaveiro, Arlete Mesquita, Augusto César Ventura, Aurelino Ivo Dias, Cassius Fernandes de Oliveira, Danilo de Freitas, Eliezer de Jesus Dias, Fernando Navarrete, Gilmar de Oliveira Mota.

Após intervalo, foram analisados os casos de Eliezer de Jesus Dias, Fernando Navarrete, Gilmar de Oliveira Mota, Juberto Ramos Jubé, Luiz Inácio Medeiros, Maurício de Melo Cardoso, Orimar de Bastos Filho, Rosângela Magalhães, Sônia Maria Carneiro, Vicente Lopes da Rocha Júnior.

Como mostrou o Jornal Opção ainda esta semana, Fernando Navarrete conseguiu a vaga através de decisão liminar da Justiça Federal.

Entenda

Para entrarem na lista sêxtupla, os seis candidatos que receberem mais votos nesta sexta-feira (18) precisam atingir o mínimo de 50% mais um dos votos dos 47 integrantes da OAB com direito a participar da escolha. O que significa que são necessários pelo menos 24 votos para que um advogado esteja apto a ter seu nome entre os indicados da Ordem.

Cada um dos 47 eleitores da entidade recebe uma cédula de papel com os nomes dos 23 concorrentes e vota em seis nomes. Se um dos seis mais votados não atingir a marca de 24 votos, ou mais de um, a eleição é refeita por até outras três vezes. No caso de empate, a disputa favorece o advogado com mais tempo de inscrição junto à Ordem e depois aquele com mais idade.

Encerrada a votação e proclamado o resultado, a OAB-GO, no prazo máximo de cinco dias, remeterá ao Tribunal de Justiça do Estado de Goiás a lista sêxtupla, acompanhada dos currículos dos candidatos escolhidos.

Deixe um comentário