Confira na íntegra discurso de posse do governador reeleito Marconi Perillo

Cerimônia de posse ocorreu na Assembleia Legislativa, em Goiânia. Marconi Perillo (PSDB) assume, pela quarta vez, o cargo mais alto do Executivo goiano

Senhoras e senhores, inicio minhas palavras citando os versos de Cora Coralina:

“Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça
Digo o que penso, com esperança
Penso no que faço, com fé
Faço o que devo fazer, com amor
Eu me esforço para ser cada dia melhor
Pois bondade também se aprende
Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar;
Porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.”

Com essa inspiração, em janeiro de 1999, eu subia a esta tribuna para ser empossado governador pela primeira vez. Sentimentos indescritíveis de emoção e honra marcaram fortemente aquele momento.

Governador aos 35 anos, o mais jovem da história do país. Eleito sob a égide do ousado Tempo Novo.

Protagonista, junto ao povo goiano, de um dos momentos políticos mais marcantes da história de Goiás.

Três mandatos depois, posso afirmar que os sentimentos que carrego comigo hoje têm a capacidade de suplantar o que vivi naquele momento.

O que me emociona é a beleza da história que escrevemos juntos. A certeza de que, se aqui estamos, é porque conseguimos implantar a mudança proposta em 1998. Com a convicção de que as sementes que semeamos a partir de então brotaram e deram flores e frutos.

Hoje compareço para assumir o Governo de Goiás pela 4ª vez, com uma direção mestra a seguir: avançar nas conquistas internas e continuar trabalhando para que Goiás alcance um protagonismo ainda maior no cenário nacional.

Chego reeleito pelo povo para o quarto mandato de governador de Goiás com a sensibilidade ainda mais aguçada, a vaidade pisada aos pés, cheio de sonhos no coração, escutando o justo na consciência, a responsabilidade intensa nos ombros e o idealismo ardente no peito, mas, sobretudo, agradecido a Deus pelas bênçãos recebidas na vida.

Chego com a certeza de que Goiás vive em um ambiente de plena democracia, de respeito à cidadania, aos direitos humanos, aos direitos das minorias e às liberdades. Como nos ensina Norberto Bobbio, “é necessário defender os direitos de todos, e os direitos de todos são: a expressão livre de sua própria opinião, a participação direta e indireta na formação de uma vontade coletiva e, finalmente, a participação pacífica e sem medo do voto nas urnas”.

O trabalho dos pioneiros e das gerações do passado, cada um a seu tempo, se conjuga aos esforços do presente para depositar em nossas mãos o imenso desafio que é consolidar uma sociedade moralmente digna, economicamente desenvolvida e, sobretudo, socialmente justa.

Goiás finalmente tem um projeto que é reconhecido e respeitado no País.

No passado, alguns movimentos foram decisivos para a formação de nossa sociedade e para assegurar a consolidação de nosso Estado como um dos mais pulsantes e desenvolvidos do Brasil.

Os bandeirantes vieram de fora para buscar a integração do nosso território a um projeto nacional; a Marcha para o Oeste, implementada pelo presidenteGetúlio Vargas, tendo como principal artífice em Goiás o estadista Pedro Ludovico Teixeira, resultou na construção de Goiânia, servindo para alargar os horizontes dos goianos e se constituindo no grande embrião para a viabilização de um outro movimento, desta feita lideradopelo presidente Juscelino Kubitscheck, resultando na construção de Brasília. Esses movimentos transformaram Goiás num gigante de modernidade e eficiência, aliado àstradições, à hospitalidade à simplicidade e à simpatiacaracterísticas dos goianos.

Agora, chegou a hora de inversão e os goianos é quemlevam inúmeras contribuições ao Brasil, gerando empregos, superávits nas exportações, exportando ideias e projetos criativos. Faço questão de citar as sábias palavras do pensador alemão Max Weber, que guiou o pensamento de uma legião de importantes líderes em todo o mundo ao longo do último século: “O homem não teria alcançado o possível se, repetidas vezes, não tivesse tentado o impossível”.

E é com essa convicção e essa ousadia que aqui estou para ser o governador da modernização e consolidação do agronegócio; da industrialização acelerada e consciente;da inserção definitiva de Goiás no comércio, dentro e fora do País; como grande polo de serviços, infraestrutura e logística nacionais; da sedimentação do Estado como grande destino turístico do País; da inovação tecnológica;do Estado eficiente; e da distribuição dos benefícios civilizatórios para todos os goianos. O governador da solidariedade no presente, e de uma vida melhor no futuro.

Quero reafirmar com clareza: os compromissos que assumi, diante de vocês, goianos, vou realizar e cumprir.Não tenho que me preocupar com promessas de milagres ou ilusões, pois, na campanha eleitoral, a minha conduta foi de extrema responsabilidade, respeito e parcimônia – não vendi fantasias.

Represento a força e o desejo da nossa sociedade por um novo patamar de desenvolvimento e de qualidade de vida. A continuidade da transformação e da mudança. O advento de uma nova e possível realidade. A consolidação da modernização que dá ânimo e esperanças ao nosso povo. Um novo mundo com chances reais de existir.

Mas um mundo que sempre carregue a ousadia louvável que repetidas vezes vem posicionando nosso Estado em lugares de respeito e destaque.

É com o tônus revigorante de uma nova prática de governança que vamos continuarreciclando o Estado, para implantar um modelo de administração mais enxuta, econômica e muito mais dinâmica na geração de ganhos para a sociedade; transparente e duríssima no combate às ilegalidades, mazelas de toda natureza, ilicitudes, injustiças, desvios de conduta ou desperdícios.

Com o escopo das novas ferramentas da tecnologia e da inovação, que levaremos para todos os setores da ação governamental.

Juntos, ombro a ombro, vamos perseverar no cuidado com os mais vulneráveis e proteger as suas famílias da injustiça social e dos eventuais desequilíbrios provocados pela globalização. Esta é uma prioridade da qual não abrimos mão.

Trata-se de um processo iniciado desde 1999, quando assumimos pela primeira vez a missão de governar para os goianos e pelos goianos.

Acredito ser portador de um consenso: o Estado deve distribuir igualitariamente os frutos do crescimento econômico e fazer disso a base para a convivência de todos os seus cidadãos.

A visão que temos para Goiás, hoje e amanhã, é aquela em que as pessoas mais simples e mais humildes, qualquer que seja a sua condição econômica, possam contar com a chance de ter sucesso na vida, como qualquer outra pessoa, e ver os seus filhos crescendo com saúde, educação e segurança.

Vamos governar com racionalidade e austeridade sem nos esquecer de que estamos cuidando da vida das pessoas. Porque, como diria o líder sul-africano Nelson Mandela, “uma boa cabeça e um bom coração formam sempre uma combinação formidável”. Contemplo agora o horizonte que se abre à minha frente. Nada é igual ao passado. Tudo mudou. Novos desafios se colocam e eles não são poucos nem insignificantes.

Goiás se agigantou.

Em 1999, o Produto Interno Bruto goiano era de apenas R$ 17,4 bilhões. Com muito trabalho e muito esforço, promovendo a convergência entre governo, empresários e trabalhadores, nos transformamos em uma poderosa economia que alcança agora, em 2014, R$ 144,2bilhões em produção de riquezas, bens e serviços, que avança em ritmo acelerado e almeja, no curto prazo, saltar do 9º para o 8º lugar no ranking das economias entre os 27 Estados Brasileiros.

Junto a essa conquista, sonhamos também com a evolução do PIB per capita estadual nas mesmas bases, isto é: fazer com que a distribuição de renda para os goianos tenha crescimento equivalente ao da economia. Temos feito todo o possível para que o crescimento econômico e os investimentos do governo se convertam em empregos.

Goiás é destaque nacional na geração de oportunidades, com mais de um milhão de empregos gerados desde 1999, dos quais 250 mil postos de trabalho criados apenas no nosso último mandato.

Mesmo com o Brasil à beira da recessão, prosseguimos em nossa trajetória de crescimento sustentável, com índices sempre bem acima da média nacional.

“O orçamento nacional deve ser equilibrado. As dívidas devem ser reduzidas, a arrogância das autoridades deve ser moderada e controlada. As pessoas devem novamente aprender a trabalhar, em vez de viver por conta pública”, disse o filósofo e jurista Cícero, antes do nascimento de Jesus Cristo.

O mais importante e o que mais nos deixa felizes é que atrás de cada avanço nos indicadores sociais e econômicos de Goiás, há uma família que progrediu na vida. A Renda Cidadã beneficiou 200 mil famílias goianas. A Bolsa Universitária permitiu o ingresso de 157 mil estudantes no ensino superior. A Bolsa Futuro qualificou 500 mil goianos para o mercado de trabalho. O Cheque Moradia e o Cheque Mais Moradia realizaram o sonho da casa própria para 150 mil famílias. Estes projetos de inclusão social transformaram-se em referenciais para o Governo Federal e vários governos estaduais.

Nesses três mandatos, construímos 4.460 quilômetros de rodovias, o que representa 44% da malha pavimentada do Estado. Reconstruímos outros 4.400 quilômetros de estradas e, neste momento, estamos executando a reconstrução de mais 1.600 quilômetros.

Reconstruímos o Autódromo Internacional de Goiânia, construímos o Centro Cultural Oscar Niemeyer, estamos finalizando as obras do Centro de Convenções de Anápolis, do Centro de Excelência do Esporte e implantando o Aeroporto de Cargas de Anápolis. Na saúde, revolucionamos o atendimento com a implantação do modelo de gestão por Organizações Sociais.

Neste governo consolidaremos a implantação da Rede Hugo, da Rede Credeq e a Rede AME (Ambulatórios Médicos de Especialidades). Nós nos superamos com obras como o CRER, que acaba de receber o Certificado de Acreditação Plena, o que demonstra seu alto nível de excelência. De treze hospitais públicos Acreditados com certificado ONA, quatro são do governo Estadual e receberam a Acreditação em 2014.

Não tenho receio de afirmar: quando esse amplo sistema de atendimento estiver pronto, Goiás terá a melhor rede de saúde pública estadual do Brasil.

No saneamento, implantamos 70 Estações de Tratamento de Esgoto e outras 12 estão em construção. Neste ano, será inaugurado o Sistema Produtor Mauro Borges, que garantirá água tratada para a Grande Goiânia até 2050. São R$ 3 bilhões investidos no setor e outros R$ 4,5 bilhões já contratados – a maior intervenção no setor de saneamento em andamento no Brasil.

Esses investimentos representam, desde 1998, a implantação de16 mil quilômetros de novas redes de água e esgoto em todo o Estado. O crescimento da população atendida com água tratada no período foi de 55% e 175% atendidos com esgoto. Em extensão, o crescimento em rede de água foi de 76% e em rede de esgoto de 135%. O crescimento mais vertiginoso foi em relação ao número de estacoes de tratamentos de afluentes, de 584%.

Na Segurança Pública, ampliamos em 30% o efetivo das polícias, renovamos e modernizamos a frota e os equipamentos, estamos melhorando a infraestrutura dos presídios e investindo maciçamente em inteligência policial. Em quatro anos, ampliamos em 28% os investimentos e os índices de violência pararam de subir.

Interiorizamos a prestação de serviços públicos do Vapt Vupt, que agora funciona em 32 municípios. Na Educação, saltamos da 16ª para a 1ª colocação no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) e da 10ª para a 3ª posição no Aprova Brasil. Reformamos 1.080 escolas, construímos ou estamos construindo mais de uma centena de escolas Padrão Século 21.

Entramos na era do progresso científico e tecnológico. As bases desse novo impulso já foram lançadas, com o início da implantação dos Parques Tecnológicos de Anápolis, Goiânia e Aparecida de Goiânia e do Condomínio Empresarial Tecnológico de Catalão; 120 colégios tecnológicos foram implantados e mais cinco escolas profissionalizantes estão em fase de conclusão.

Essa nova fronteira de investimentos vai atrair para solo goiano alguns dos mais modernos centros de pesquisa e desenvolvimento, agregando valor à indústria e aumentando a nossa produtividade. A Fapeg investiu cerca de R$ 200 milhões em pesquisa e inovação.

Tenho a consciência de que foi a vontade de milhões de goianas e goianos que traçou o meu destino, desde as calçadas de pedra da pequena Palmeiras de Goiás, passando pelas ruas de todos os municípios goianos, sem exceção, até chegar até chegar a tão honrado patamar em nossa história: o quarto mandato de governador.

Também estou certo de que o sentimento de Goiás vive no meu peito e fortalece a minha alma, parafraseando Carlos Drummond de Andrade, que dizia carregar o “sentimento do mundo”.

Dessa mesma forma, carrego a simplicidade de nossa gente e a determinação que nos é característica. O moço que fui um dia permanece vivo dentro do homem mais experiente e maduro que me tornei. Meu olhar é para o futuro.

A perfeita sintonia entre Governo e povo é o objetivo que perseguirei, não permitindo jamais que o juramento que fiz hoje perante essa Augusta Assembleia Legislativa seja esquecido como mero adereço de protocolo. O compromisso que mais uma vez assumo será efetivado com todas as minhas forças, toda a firmeza do meu caráter, a minha honra e a minha vida.

Não perderemos um minuto. O novo Governo não só continuará atendendo as necessidades do povo de Goiás, como também será motivo de orgulho para as gerações que ainda virão. O meu propósito inabalável fazer do nosso Estado o melhor prestador de serviços públicos do país. A Educação, a Segurança e a Saúde seguirão passando por fortes e decididas mudanças, para alcançarem e manterem os níveis de qualidade e eficiência que a nossa população merece.

O papel de fomentar a economia continuará a ser aprofundado pelo Governo, com a ousadia que sempre mostramos para cruzar as fronteiras nacionais e internacionais. A justiça social estará na matriz de todas as minhas decisões.

A ciência, a tecnologia e a inovação estarão presentes em todo o leque de atividades do Governo, com o objetivo de facilitar o dia a dia das cidadãs e dos cidadãos goianos. O signo de todas essas ações será o respeito ao meio ambiente e a sustentabilidade.

Outro princípio que continuará a nortear o novo Governo é o da total transparência nos atos da administração. Avançamos muito nesse quesito nesta gestão e vamos avançar mais nos próximos anos, ampliando as possibilidades de acesso aos dados sobre o governo e a quantidade de informações disponíveis para consulta pelo cidadão.

Agradeço a todos que estiveram e estão comigo nesta caminhada, desde os líderes políticos até o mais anônimo dos eleitores que sufragaram o meu nome e depositaram a sua confiança e a sua fé na minha pessoa, a cada eleição, mas principalmente nesta última.

Agradeço a minha companheira Valéria e as minhas filhas Isabella e Ana Luísa, pelo carinho e por infundir o vigor diário necessário para a minha jornada.

Agradeço a minha família, especialmente ao meu pai Marconi Ferreira Perillo, e presto homenagem à memória da minhaquerida e inesquecível mãe, Dona Maria Pires Perillo, que continua viva em mim. Igualmente agradeço à Dona Marly, meus irmãos, cunhados, sobrinhos, enfim, a toda a minha extensa família pelo permanente apoio.

Apresento minha gratidão e meus profundos agradecimentos aos milhares de amigas e amigos das redes sociais, que abraçaram, defenderam e propagaram nossas ideias, realizações e as propostas para que possamos seguir transformando o Estado de Goiás.

Presto homenagens ao Poder Legislativo, aqui representado pelos seus deputadosestaduais, deputados federais e senadores da República. Igualmente, homenageio o Poder Judiciário, o Ministério Público, os Tribunais de Contas, a sociedade organizada, líderes religiosos e a imprensa por sua salutar e indispensável atuação em defesa dos direitos da sociedade.

Mais uma vez, agradeço a presença e a consideração de todas as autoridades presentes nesta solenidade.

Estamos na direção certa. Os objetivos estão definidos e servem aos interesses de todo o nosso povo. A semeadura foi feita. Agora é hora de colher os frutos. As últimas eleições confirmaram que a continuidade da modernização do Estado é a vontade da maioria dos goianos, e foi o sentido de cada voto dado a mim e ao meu companheiro de chapa, José Eliton Figueiredo Júnior – a quem também agradeço pela lealdade e pela força diuturna ao meu lado e ao lado de Goiás.

Em um de seus mais conhecidos versos, o poeta português Fernando Pessoa escreveu: “Tenho em mim todos os sonhos do mundo”. Um governante, por representar os anseios e desejos dos cidadãos por ele governados é, por assim dizer, o vetor de todos os sonhos do mundo. É com esse espírito que assumo o Governo do Estado de Goiás, rogando a Deus que me ampare e me dê forças para servir ao meu Estado e ao meu povo.

Peço ainda, que nunca se esqueçam da frase dita pelo genial Steve Jobs: “Cada sonho que você deixa pra trás, é um pedaço do seu futuro que deixa de existir”.

Ou, nas palavras de Dom Helder Câmara, “atrás de cada linha de chegada, há uma de partida; atrás de cada conquista, vem um novo desafio”.

Guia-me o ideal que percorre o mundo e incendeia a civilização contemporânea no anseio das reformas. Porém, para que esta chama do determinismo na evolução dos povos não se apague, é imprescindível que os goianos, principalmente os líderes políticos, sejam as faíscas que propagarão a luz que aplacará a culpa de cada um nos erros de todos.

Goiás avançou muito, mas ainda tem muito a crescer e a mostrar ao Brasil e ao mundo. A crença na capacidade de Goiás e dos goianos, de nascimento ou que escolheram nosso Estado para viver, é ainda maior e continuará orientando cada passo e cada decisão que tomarmos à frente do Governo de Goiás.

Muito obrigado!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.