Confira as principais propostas dos planos de governo de José Eliton, Caiado e Daniel Vilela

Programas dos três candidatos ao governo de Goiás já estão protocolados no TRE-GO

Fotos: Reprodução

*Atualizada às 9 horas em 17/8
A coligação “Novas Ideias, Novo Goiás”, até então, não havia apresentado a versão final do plano de governo

Os planos de governo dos candidatos a governador de Goiás foram protocolados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO) e já estão disponíveis para todos os eleitores a partir desta quinta-feira (16/8). O Jornal Opção destacou as propostas de Ronaldo Caiado (DEM), José Eliton (PSDB) e Daniel Vilela (MDB), os três mais bem colocados nas últimas pesquisas, com relação aos temas Educação, Saúde e Segurança.

Com 70 páginas, o plano de governo da coligação “Goiás Avança Mais”, do governador e candidato à reeleição José Eliton, contém cinco pilares: Desenvolvimento Humana, Cidadania e Inclusão Social; Economia de Alta Competitividade, Tecnologia Inovação; Qualidade de Vida na Cidade e no Campo; Sustentabilidade do Meio Ambiente e Governança e Eficiência da Gestão Pública.

Com destaque para continuidade de programas, o plano cita programas como o Renda Cidadã, Cheque Moradia e Bolsa Universitária. Um balanço da atual gestão é apresentado no início, e a cada tópico são listados os objetivos, propostas concretizadas e propostas inovadoras, para expansão e consolidação do que é sugerido.

O plano da Coligação “Novas Ideias, Novo Goiás” do deputado federal Daniel Vilela (MDB) contém 94 páginas com uma introdução teórica e apresentação do planejamento de 7 pilares que já havia sido anunciado pelo emedebista: Amparar, Conhecer, Cuidar, Empreender, Gerir, Proteger e Conectar.

Entre os projetos, pouco é apresentado com relação às ações para realização dos mesmos, mas o destaque se dá quanto à interligação das propostas, gerando unidade ao plano.

O maior plano é do senador Ronaldo Caiado (DEM), que apresenta, em 107 páginas, sete princípios fundamentais, entre eles combate à corrupção e diretrizes gerais que englobam programas basilares; integração regional e governamental; e valores de governança. Apesar de mais extenso, as propostas estão em menos de 50% das páginas, que incluem contexto histórico a cada tema e ataques à atual gestão.

Confira as principais proposições dos três candidatos com relação aos temas selecionados:

Educação

Daniel Vilela

Dentro do pilar Conhecer, a proposta para Educação de Daniel Vilela propõe investimentos em educação pública de maneira global, da creche à universidade. De acordo com o plano, as ações têm como foco estratégico a qualificação da mão-de-obra e a preparação para inserção no mercado de trabalho de Goiás, do Brasil e do exterior.

Entre os projetos estão:

– Goiano do Futuro: desenvolver uma estrutura estatal que dê suporte ao cidadão goiano do nascimento até a formação;

-Aluno Destaque: criar uma política de estágio no setor público;

– Einstein: estabelecer uma rede de apoio aos estudantes excepcionais, com bolsas e articulação com sistema S;

– Mundi: firmar parceria com a plataforma Khan para utilizar a internet como ferramenta de auxílio;

-Qualifica: implementar novos convênios com o Serviço Social do Comércio.

José Eliton

O plano do atual governador propõe garantir educação de qualidade, inclusiva e equitativa, e promover oportunidades de aprendizagem que permitam às pessoas escolhas adequadas ao longo da vida. O texto está divido em educação básica, profissional e superior.

Básica – Entre as iniciativas propostas estão: valorizar os profissionais da educação; ampliar os instrumentos e canais de gestão democrática das unidades escolares; investir na infraestrutura física e tecnológica e aprimorar os projetos e ações na perspectiva da educação inclusiva.

A proposta apresenta ainda questões inovadoras, como ofertar o Mestrado Profissional para professores da educação básica e implantar a Bolsa Jovem Pesquisador que fomenta e estimula a iniciação científica na educação básica.

Profissional – Com a proposta de democratizar o acesso à educação profissional, a proposta apresenta ampliação da infraestrutura física e tecnológica dos cursos profissionais  e   desenvolvimento de parcerias com instituições do sistema “S”.

Superior – Para ampliar o acesso à educação superior e potencializar a pesquisa e a pós-graduação e extensão para o desenvolvimento regional do estado de Goiás, o governador propõe otimizar a estrutura física e humana da UEG dos municípios goianos, valorizar os docentes e fortalecer a universidade para se tornar centro de referência em ensino, pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Entre as inicitativas inovadoras está a promoção do relacionamento direto e permanente da comunidade acadêmica com o setor produtivo, com participação nas plataformas de cooperação para o desenvolvimento socioeconômico sustentável e inovação aberta.

Ronaldo Caiado

As propostas do senador lembram que o estado de Goiás possui um plano no qual foram
fixadas diretrizes e metas, aprovadas em 2015. De acordo com o texto, é preciso valorizar os profissionais e oferecer condições básicas nas unidades educacionais para que possam efetivamente realizar suas atividades, aumentar a segurança nas escolas e reduzir a escassez de infraestrutura e de recursos pedagógicos nas escolas estaduais.

Para o ensino superior, as propostas para a UEG envolvem:

– Novo ordenamento institucional que elimine a politicagem nefasta que destrói sua democracia, seus valores acadêmicos e sua estrutura administrativa;

-Retomada dos investimentos nos setores essenciais da instituição;

-Descentralização dos recursos financeiros da instituição

Saúde

Daniel Vilela

O pilar referente aos cuidados abarca a área de saúde pública. Segundo o texto, “os esforços do governo serão direcionados à constituição de uma rede de serviços de caráter público, regionalizada, hierarquizada e descentralizada, capaz de propiciar o desenvolvimento de um conjunto de medidas executadas com foco no bem-estar físico, mental e social da população goiana.”

São três projetos apresentados:

Projeto +Saúde: utilizar estruturas construtivas modulares itinerantes equipadas para ofertar serviços especializados de saúde à população goiana. Módulos preparados para atendimentos em várias áreas e para realização de exames check-up percorrerão o Estado de Goiás com objetivo de zerar a demanda por esses tipos de atendimento.

Projeto +Cuidar: firmar parceria com prefeituras de todas as regiões de Goiás para concessão de uso de áreas públicas e de incentivo fiscal com objetivo de estimular a instalação de clínicas populares nas cidades do interior, com contrapartida aos empresários.

-Projeto +Acesso: reestruturar o sistema de gerenciamento de leitos hospitalares e de consultas especializadas a partir da criação de polos em regiões estratégicas do Estado.

José Eliton

O objetivo do atual governador é oferecer serviços de saúde de qualidade com foco na excelência do atendimento das pessoas, aperfeiçoando o processo de otimização, resolutividade, qualidade e humanização do Sistema e da Rede de Saúde do Estado.

Entre as iniciativas garantidas estão a conclusão do “Programa Terceiro Turno”, ampliação do acesso e oferta de serviços de saúde por meio da reorganização das Redes de Atenção à Saúde e apoio às prefeituras para a atenção básica.

Além disso, objetiva-se consolidar e fortalecer a rede Hugo, os hospitais da rede própria (HMI, HGG, HDT, Santa Marta, HMA) e as demais unidades, reforçando o atendimento hospitalar de média e alta complexidade, concluindo obras em andamento, investindo em equipamentos de forma a viabilizar sua operação.

As iniciativas inovadoras envolvem implantar de forma regionalizada Centros Especializados em Saúde da Mulher e apoiar a implantação de Clínicas Odontológicas Populares em parceria com os municípios.

Ronaldo Caiado

O plano de Caiado se atém ao fato de que doenças do aparelho circulatório, a insuficiência coronária, o Acidente Vascular Cerebral (AVC) e os problemas cardíacos são as doenças que mais afetam a população goiana, ou seja, são as causas cardiovasculares e neurovasculares, seguidas dos cânceres.

Segundo o texto, o paciente idoso e o portador de doença crônica são o futuro de qualquer modelo de saúde atual.

O plano propõe em avanço em vários eixos, tais como:

– Aperfeiçoamento da gestão do SUS por meio da implantação de redes regionais integradas de saúde e da criação de instituições que tenham autonomia administrativa;

– Melhoria do acesso e da qualidade dos serviços do SUS;

– Ampliação do programa de saúde da família incluindo outros profissionais, como nutricionistas e psicólogos, além incorporar a prática do exercício físico.

O senador apresenta ainda compromissos como: resgatar a função do estado na gestão de ações e serviços de saúde à população; instituir consórcios públicos intermunicipais de saúde e implantar AME PLUS – Ambulatório Médico de Especialidades.

Segurança

Daniel Vilela

A Área de Segurança Pública está dentro do pilar proteger e apresenta os projetos:

Projeto +Seguro: fomentar a instalação privada de câmeras de alta qualidade e criar uma plataforma de dados compartilhados a partir da conexão de imagens captadas por
câmeras públicas e privadas que monitoram ruas, centros comerciais, transporte público,
edifícios, residências, entre outras.

Projeto +Inteligência: utilizar algoritmos de inteligência artificial que analisam boletins de
ocorrência, cruzam dados, identificam áreas de risco e mapeiam os locais onde crimes
potenciais possam ser cometidos. O objetivo é, através de mineração de dados, encontrar
padrões de criminalidade, correlações e anomalias, presumir novos crimes e evitar que eles
aconteçam.

Projeto Olhos de Águia: utilizar drones e veículos aéreos não tripulados (Vants) como
suporte à inteligência policial, às ações de segurança, às patrulhas urbana e rural, às operações policiais;

Projeto +Unidos: estimular grupos de WhatsApp focados na segurança dos bairros com
objetivo de instituir uma rede protetiva para receber ocorrências;

Projeto Batalhão Inteligente: viabilizar um batalhão de policiais não identificados por
fardamentos ou uniformes como uma das estratégias para barrar o avanço da criminalidade e
proteger a sociedade.

Projeto Nova Chance: utilizar incentivos fiscais para viabilizar o estabelecimento de polos
econômicos nas imediações com complexo prisional para que essas empresas absorvam a mão-de-obra dos presídios.

José Eliton

O objetivo do plano de José Eliton com relação à segurança é proporcionar segurança ao cidadão, protegendo a vida e o patrimônio, por meio do desenvolvimento de ações integradas e transversais, com foco na redução da criminalidade e da violência; valorizar e ampliar o
efetivo; aprimorar e melhorar as rotinas operacionais, os equipamentos e as estruturas físicas das forças de segurança e modernizar as unidades de segurança pública.

Entre as iniciativas garantidas estão: ampliar o Batalhão de Terminais, protegendo o usuário da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo; fortalecer o Pacto Integrador de Segurança Interestadual e os serviços de inteligência estadual; manter e ampliar o Programa Força de Segurança Rural – Pró Rural e aprimorar a política de valorização profissional dos servidores das carreiras da segurança pública, com foco na qualificação, formação e remuneração.

As iniciativas inovadoras citam a modernização da estrutura prisional; implantação de forma regionalizada a Escola Técnico Profissional Estadual para a qualificação de pessoas dos regimes provisório, fechado e semiaberto e criação, em parceria com o Judiciário, dos núcleos regionais de monitoramento de condenados dos regimes semiaberto e aberto.

Ronaldo Caiado

De acordo com o plano de governo, as iniciativas não devem ser resumidas aos investimentos na área de segurança pública unicamente, mas deverão ser estruturadas em políticas concomitantes nas áreas de: educação, cultura, esporte, lazer, saúde, mobilidade urbana, segurança alimentar, emprego e renda, entre outras. Além disso, propõe-se medidas específicas voltadas aos jovens, mulheres e negros.

A proposta sugere investimento em pessoal e em condições de trabalho em um primeiro primeiro momento. O segundo nível de investimento será direcionado às instalações e à construção de ambientes sociais especializados e adaptados à prestação dos serviços.

Por fim, a proposta sugere investimento na área de inteligência dos órgãos policiais.

Os planos de cada candidato na íntegra podem ser conferidos nos links: Ronaldo Caiado, Daniel Vilela e José Eliton.

Deixe um comentário