Conar arquiva processo contra comercial de O Boticário com casais gays

Após polêmica, órgão concluiu que “publicidade não pode omitir a realidade” e que é missão da família explicar às crianças as cenas de carinho entre pessoas do mesmo sexo

Reprodução/Youtube

Reprodução/Youtube

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) arquivou nesta quinta-feira (16/7) o processo contra a campanha publicitária de Dia dos Namorados da marca O Boticário. O comercial causou polêmica nas redes no mês de junho e a empresa chegou a ser alvo de um boicote promovido por religiosos, como o pastor Silas Malafaia.

A decisão pelo arquivamento foi unânime entre os integrantes do órgão de regulamentação, tendo como argumento a “defesa da tolerância e da liberdade de expressão”.

A avaliação da peça foi anunciada pelo Conar no último dia 5 de junho após mais de 20 reclamações de consumidores, que classificaram o comercial como “imoral” e pediram que ele fosse retirado do ar.

Conforme relatório apresentado pelo órgão, é missão da família explicar às crianças as cenas de carinho entre pessoas do mesmo sexo. “Não contem com a publicidade para omitir a realidade”, defendeu o relator do caso.

Deixe um comentário