Indicação do parlamentar como conselheiro da côrte foi aprovada de forma unânime, com 40 votos

Após aprovação na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), nesta terça-feira, 8, o plenário da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) aprova a ida do deputado estadual Humberto Aidar (MDB) ao Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM-GO). A indicação do parlamentar como conselheiro da côrte foi aprovada de forma unânime, com 40 votos, sob a justificativa do deputado ser um “bom representante” ao local.

Na CCJ, o projeto de lei nº 6089/21, relatado pelo deputado Virmondes Cruvinel (Cidadania), que indica Aidar ao cargo de “Conselheiro do Egrégio Tribunal de Contas dos Municípios” também foi aprovado de forma unânime. Na sessão plenária de hoje, após diversos cumprimentos e homenagens já recebidas pelo emedebista na CCJ esta semana, o primeiro secretário da Alego, Álvaro Guimarães, novamente elogiou Aidar.

“Com certeza quando ele nos deixar vai ficar uma lacuna, mas ele será muito bem recebido e será muito importante no Conselho de Contas dos Municípios”, disse Guimarães. A sessão desta quinta-feira, 10, foi presidida pelo presidente da Alego, Lissauer Vieira (PSB). Para acompanhar a votação, esposa e filhos de Aidar também marcaram presença no plenário, para homenagear o parlamentar.