Comissões Especiais de Inquérito devem ser instaladas na próxima semana

Parlamento já aprovou propostas para investigar os contratos do transporte coletivo, a Secretaria Municipal de Transportes e as finanças da prefeitura nos últimos oito anos

Com indicações praticamente fechadas, presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo (PMDB) prevê que já na semana que vem seja possível realizar a publicação das comissões com seus respectivos membros como ato inaugural de instalação das três Comissões Especiais de Inquérito (CEI) que tramitam na Casa.

Por tradição, a comissão geralmente é chefiada pelo autor da proposta de instalação de colegiado. No caso das três comissões já aprovadas em plenário, Elias Vaz (PSB) é idealizador da CEI da SMT, que pretende investigar contratos da Secretaria Municipal de Transporte; Jorge Kajuru (PRP) propôs a chamada CEI da Herança, que vai analisar as contas da Prefeitura de Goiânia nos últimos oito anos da gestão PMDB-PT; e ainda Clécio Alves (PMDB), que apresentou a CEI do transporte público.

Esta última já está com todas as indicações fechadas e o vereador do PMDB garante que pretende ocupar a presidência. Além de ser autor da proposta de investigação, Clécio Alves também é o representante do parlamento goianiense na Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC).

“Caso os demais membros votem em mim para a presidência, posso garantir que farei um trabalho minucioso e com responsabilidade, para que o transporte possa cumprir o papel dele, que a empresas cumpram o que é exigido no contrato e isso resulte na prestação de um melhor serviço para a população”, disse ao Jornal Opção.

O vereador Elias Vaz também já demonstrou interesse em presidir a CEI de sua autoria, a da SMT, já Jorge Kajuru declarou que prefere ser o relator da comissão que investigará as finanças do Executivo municipal.

Segundo publicação da assessoria de comunicação da Câmara Municipal, farão parte da CEI do transporte público os vereadores Vinícius Cirqueira (Pros), Anselmo Pereira (PSDB), Sargento Novandir (PTN), Paulo Daher (DEM), GCM Romario Policarpo (PTC), Emilson Pereira (PTN) e Clécio Alves (PMDB).

Outras indicações

Todas as comissões deverão conter sete membros, indicados pelos blocos parlamentares conforme proporcionalidade. O bloco Frente Parlamentar, com nove integrantes tem o direito de indicar dois titulares e um suplente, assim como o bloco Por uma Goiânia Melhor, com dez membros. Já os blocos Pro-Goiânia e Juntos por Goiânia, com seis componentes cada um, podem indicar um titular e um suplente.

Dois vereadores do PMDB, Andrey Azeredo e Clécio Alves, não fazem parte de nenhum bloco. Também estão fora de qualquer grupo os vereadores Edson Automóveis (PMN) e Izídio Alves (PR), que devem ficar, cada um, com uma vaga nas demais comissões. Até agora, foram confirmadas as seguintes indicações:

CEI da SMT – Elias Vaz (PSB), Cabo Senna (PRP), Anderson Sales Bokão (PSDC), Delegado Eduardo Prado (PV) e Paulinho Graus (PDT)

CEI das Contas da Prefeitura – Jorge Kajuru (PRP), Priscila Tejota (PSD), Oséias Varão (PSB), Jair Diamantino (PSDC), Kleybe Morais (PSDC), Tiãozinho Porto (Pros) e Gustavo Cruvinel (PV).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.