Comissão provisória se reúne e define data da eleição para presidente estadual do PMDB

Presidido pelo deputado Pedro Chaves, grupo deliberou ainda sobre comissões do interior do Estado e lideranças dos diretórios municipais. Pleito será em 13 de fevereiro

| Foto: Ângela Moreira/ Divulgação

Pedro Chaves espera que haja consenso e se forme chapa única da eleição do partido | Foto: Ângela Moreira/ Divulgação

Em entrevista ao Jornal Opção Online, o deputado federal Pedro Chaves (PMDB) falou sobre a primeira reunião da comissão provisória do PMDB em Goiás, presidida por ele. Nesta segunda-feira (30/11), os deputados estaduais José Nelto e Ernesto Roller; o deputado federal Daniel Vilela; e Iris Araújo e Naílton Oliveira se reuniram no diretório estadual, em Goiânia, para deliberar sobre as eleições do partido.

A reunião teve, segundo Pedro Chaves, três objetivos, todos ligados à liderança do partido nas esferas municipal e estadual. Estavam na pauta a organização da eleição estadual, a prorrogação das comissões provisórias do interior e a eleição das lideranças dos diretórios municipais.

Inicialmente marcadas para 24 de outubro, as eleições foram adiadas por problemas no registro do pleito. Ficou decidido, na reunião que a escolha do presidente do partido será realizada em 13 de fevereiro do ano que vem.

Pedro Chaves explicou que ainda não falou sobre as definições da reunião nem com Iris Rezende nem com Maguito. “Está na minha agenda procurá-los”, disse, mas esclareceu que o prazo apertado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o obrigou a convocar a conversa o quanto antes.

O TSE determina que, até 4 de dezembro, sejam encaminhadas as comissões provisórias para geração de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e definição de tempo de programa de TV e rádio.

Questionado sobre as eleições propriamente ditas, Pedro Chaves afirmou que prefere que haja consenso e se forme uma chapa única. Para ele, o ideal seria que fosse eleito um presidente com mandato, mas que, pra isso, precisa haver unidade interna no partido. “A unidade está acima de qualquer candidatura”, defendeu ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.